Home / Curiosidades / Após 9 Anos e 720.000 Tentativas, Fotógrafo Finalmente Tira Foto Perfeita do Kingfisher

Após 9 Anos e 720.000 Tentativas, Fotógrafo Finalmente Tira Foto Perfeita do Kingfisher

Alan McFadyen, que tem sido um fotógrafo da vida selvagem ávido desde 2009, capturou uma foto que ele passou 6 anos tentando tirar. Pela contagem dele, levou 4.200 horas e 720.000 fotos para conseguir uma foto perfeita de um kingfisher em mergulho direto na água sem um único respingo.

Fotografo que tira foto de passaros

“A foto que eu buscava do mergulho perfeito, em reta, sem respingo exigiu não apenas a estar no lugar correto, e função de muita sorte, mas também para o pássaro em si ficar perfeito”, disse McFadyen. Trata-se do esforço de um profissional dedicado para um único registro de esplendor do pássaro.


Foto Perfeita de Kingfisher

“Eu muitas vezes seguiria e tiraria 600 fotos em uma sessão e não uma única delas a se revelar boa. Mas agora eu olho para trás, e para milhares e milhares de fotos que eu tirei para conseguir esta única imagem, faz perceber apenas quanto trabalho foi feito para conseguir isto”.

Foto de Kingfisher

McFadyen, que também dirige um negócio de fotografia selvagem, foi inspirado a amar a natureza e a vida selvagem por seu avô. “Eu lembro sobre meu avô me levando para ver o ninho do kingfisher e eu simplesmente recordo de estar completamente fascinado por quanto magníficos são os pássaros”.

Fascínio pelo Belo Kingfisher

Os kingfishers têm uma distribuição cosmopolita, com ocorrência em todas as regiões tropicais e temperadas do mundo. Eles são ausentes de regiões polares e alguns dos desertos mais secos do mundo.

Uma quantidade de espécies alcançou grupos de ilhas, particularmente aquelas no sul e leste do Oceano Pacífico. Os trópicos do Velho Mundo e Australásia são áreas principais para este grupo.

Os kingfishers se alimentam de uma grande variedade de presas. Eles são mais famosos por caçarem e comerem peixe, e há algumas espécies que se especializam em pegar peixe, mas outras espécies pegam crustáceos, rãs, e outros anfíbios, vermes anelídeos, moluscos, insetos, aranhas, centopéias, répteis a incluir serpentes, e até pássaros e mamíferos.

As espécies individuais podem se especializar em alguns itens ou pegar uma grande variedade de presas, e para espécies com grandes distribuições globais, populações diferentes podem ter dietas diversas.

Os kingfishers são territoriais, algumas espécies defendendo seus territórios vigorosamente. E são geralmente monógamos, embora a reprodução cooperativa tenha sido observada em algumas espécies e é bastante comum em outras. São pássaros lindos e encantam o mundo como é percebido na fotografia registrada por McFadyen.