Home / Disciplinas / Biologia / Evolução Humana

Evolução Humana

A “marcha para o progresso” e como uma imagem prejudica a ciência.

Evolução Humana

A imagem abaixo, comumente e erroneamente chamada de “marcha para o progresso” retrata a “evolução” do homem desde seu ancestral mais primitivo. Quais são os erros dessa imagem? Todos. A começar pelo fato de que dos seis indivíduos retratados, ao menos quatro não pertencem ao gênero Homo (ao qual todos da linhagem humana moderna pertencem).

Evolução Humana Diagrama
Evolução Humana Diagrama

O segundo erro é retratar a evolução como um acontecimento linear, ou seja, de uma espécie surge outra e assim, gradativamente, até a espécie final. O terceiro erro, que é muito comum, é acreditar que a evolução tem um propósito, no caso da imagem, todos indivíduos anteriores existiram com o propósito do surgimento de sua linhagem mais evoluída, o Homo Sapiens, conhecidos também como: nós.

O Homem surgiu do macaco?

O homem NÃO surgiu do macaco. Porquê todos somos primatas. Todos os primatas possuem ancestralidade comum, ou seja, o nosso ascendente mais primitivo era uma espécie só, então você não surgiu do macaco, vocês surgiram do mesmo ancestral, mas os chimpanzés sofreram pressões seletivas que selecionaram as características que eles possuem hoje e nós sofremos diferentes pressões que selecionaram as características que possuímos. Por isso que um macaco nunca vai “se tornar humano”, por que eles têm a própria linhagem evolutiva que separou da nossa milhares de anos atrás.

A evolução

A evolução não é um processo linear, muitas espécies ficaram para trás selecionadas por pressões do ambiente. Um exemplo disso aconteceu com nossa espécie e até bem recentemente: poucos milhares de anos atrás, a Terra era habitada por duas espécies de humanos, os Homo sapiens, nossa espécie, e os Homo neanderthalensis, os homens de Neanderthal. Esses últimos foram chamados assim por suas primeiras ossadas terem sido encontradas em uma região conhecida como “Vale do Neander”, na Alemanha.

As duas espécies coexistiram por vários anos e muitos acreditam que, por pressões ambientais aliadas a forte competição interespecífica com os Homo sapiens, os homens de Neanderthal foram extintos. Imaginem se tivesse acontecido o contrário ou se hoje existissem as duas espécies?

Seu colega da cadeira ao lado teria uma testa e nariz bem largos, seria mais baixo e atarracado que a maioria e teria inclusive um cérebro maior que o seu. O fato é que a espécie que apresentou as características mais adequadas para passar pelo crivo da seleção natural, foi a espécie que ficou até hoje. Homens de Neanderthal não se tornaram Homo sapiens. Eles simplesmente não existem mais.

Podemos dizer então que houve um plano determinado para que os Homo sapiens prosperassem? Não. Não existe plano evolutivo, não há como saber qual espécie vai continuar e qual vai perecer. As pressões seletivas são muito aleatórias e muitas vezes o mais adaptado para uma pressão perecerá rápido mediante outra. Então quando alguém lhe perguntar se você veio do macaco diga “Não, porquê eu sou um macaco também”.

Paulo Ribeiro
Biólogo, Mestre em Zoologia Aplicada