Home / Disciplinas / História / O povo Brasileiro e a Proclamação da Repúbilca no Brasil

O povo Brasileiro e a Proclamação da Repúbilca no Brasil

A instauração do regime republicano no Brasil é uma das fases mais importantes de nossa recente história.

Proclamação da República no Brasil

A instauração do regime republicano no Brasil é uma das fases mais importantes de nossa recente história. Um dos fatores mais marcantes deste período e destacado pelo historiador José Murilo de Carvalho em suas obras: Os Bestializados – O Rio de Janeiro e a República que não foi (1987) e A formação das Almas – o imaginário da República no Brasil (1990), foi a ‘passividade’ do povo em relação às mudanças proclamadas, “que assistiram a tudo bestializados”.

Se voltarmos na História, em 1789, estaremos diante de uma Revolução que mudou o mundo e que não se restringiu ao espaço de seu acontecimento, mas influenciou todo continente europeu e americano, são os ecos da famosa Revolução Francesa. Por que falar desta Revolução? A Revolução Francesa representa a instauração de uma República,onde o Antigo Regime, controlado pela monarquia, foi deposto pela grande camada da população (agricultores, comerciantes, médicos, advogados, etc.) dando lugar à República francesa, estabelecendo assim mudanças radicais na estrutura política da sociedade francesa.

No Brasil, em 1889, a instauração da República não conta com a participação do povo, como ocorrido na França. A República brasileira vem substituir o Regime Monárquico e é instaurada pelos militares que entrariam em crise com a Monarquia. A construção da ideia republicana já vinha sendo feita e vários manifestos republicanos surgiram a partir de 1870 influenciados pelos outros países da América que já tinham se federalizado. A participação política da população ainda era bastante restrita, controlada pelos dois únicos partidos, o Liberal e o Conservador.

A Abolição do trabalho escravo com a Lei Áurea em 1888 agrava a crise entre a Monarquia e os fazendeiros das oligarquias paulistas e do Nordeste. A questão militar é o ponto final para o nascimento da República no Brasil. Após D. Pedro II punir alguns militares, o Marechal Deodoro da Fonseca se reúne com Quintino Bocaiúva, líder do PRP (Partido Republicano Paulista) e com seus soldados, lidera a derrubada da Monarquia em 15 de novembro de 1889.

Carlos Beto Abdalla
Historiador