Home / Carreiras & Profissões / Quanto ganha um Assistente Social?

Quanto ganha um Assistente Social?

Descubra quando ganha um Assistente Social o seu salário e média salarial. Saiba as Áreas de atuação do profissional Assistente Social.

Assistente Social

Você gosta de ajudar o próximo e sempre participa de ações sociais? Bom, se a resposta for ‘sim’ é bem provável que daria um ótimo Assistente Social. Embora a profissão seja pouco conhecida, existem muitas pessoas apostando nessa carreira.

Esse profissional é responsável por orientar e amparar grupos sociais desfavorecidos, que podem se tratar de trabalhadores presos, desempregados, pacientes internados e seus familiares, crianças abandonadas e carentes, adolescentes em situações de risco, dentre outros.

O profissional também atua na organização de políticas públicas, privadas e nas organizações não governamentais (ONGs). Nesses casos, auxiliam nas questões sociais relacionadas a pessoas de baixa renda, principalmente na oferta de trabalho, alimentação, habitação, saúde, educação, lazer, segurança, cultura e esportes.

Embora pareça um trabalho simples, é necessário possuir algumas habilidades específicas para ser bem sucedido nesse setor, tais como: sensibilidade social, convicção e confiança nas pessoas e na sua capacidade de realização e resolução dos problemas, capacidade para a motivação e estimulo, aptidão para o relacionamento humano, maturidade humana, empatia, flexibilidade, entre outras.

Sobre a profissão de Assistente Social

Para atuar no mercado de trabalho como Assistente Social de forma legalizada, é necessário possuir curso superior de Serviço Social, cujo principal objetivo é formar profissionais qualificados para elaborar projetos que colaborem para a transformação efetiva da sociedade.

No Brasil, a profissão é regulamentada através da Lei 8.662/93. Ela possui código de ética Profissional e está sob a fiscalização e proteção do Conselho Federal de Serviço Social (CFESS) e dos Conselhos Regionais de Serviço Social (CRESS).

Áreas de atuação do profissional

No mercado de trabalho, o profissional pode atuar nos três setores existentes. No primeiro setor, existem as seguintes possibilidades de atuação: Saúde; Assistência social; Previdência; Educação; Habitação; Crianças e adolescentes; Idosos; Pessoas com deficiência; Gestão social de políticas públicas; Jurídico-social.

Já no segundo setor, as chances são para as seguintes áreas: Recursos humanos; Gerenciamento participativo; Planejamento estratégico; Relações interpessoais; Qualidade de vida do trabalhador; Treinamentos organizacionais; Elaboração ou implementação de projetos; Programas de prevenção de riscos sociais.

Por sua vez, no terceiro setor as vagas para o profissional são distribuídas no atendimento a pessoas e famílias que estão à margem do processo produtivo ou fora do mercado de trabalho, na defesa e garantia dos direitos dessa população e no trabalho em conjunto com um corpo de voluntários.

Quanto ganha um Assistente Social?

Esse importante profissional, que atua principalmente na implantação de políticas públicas, recebe, em médio, R$ 5.000 por mês, desde que ocupe um cargo de escalão intermediário, define o Conselho Federal de Serviço Social (CFESS).

Por sua vez, ao assumir cargos mais elevados da carreira, como diretorias de promoção do bem-estar, o profissional tem direito a um salário de R$ 6.000 por mês. Porém, o maior desafio para um Assistente Social é o início da carreira, período em que os ganhos não ultrapassam R$ 2.000 mensais.

Os valores mencionados se enquadram na média da maioria dos países, porém é possível ocorrer variações. Os salários mais altos são oferecidos nas regiões mais avançadas e nas grandes capitais. Em contrapartida, as regiões mais pobres são as que mais necessitam da atuação do profissional.

Outra forma de ser bem retribuído financeiramente como Assistente Social é apostar na carreira acadêmica. Para professores titulares que trabalham em regime de dedicação integral, os salários podem chegar até R$ 10.000 por mês.