Home / Disciplinas / Geografia / Tipos de Indústria

Tipos de Indústria

A atividade industrial é o componente do setor secundário da economia e pode ser classificada em diferentes tipos conforme o critério adotado.

fabrica

A atividade industrial desenvolveu-se a partir do século XVIII, com a revolução industrial iniciada na Europa. Com o tempo, o desenvolvimento dessa prática econômica transformou-se em necessidade básica e também em símbolo de desenvolvimento em todos os países, que buscam, de todas as formas, dinamizar sua produção fabril. Para melhor entender como funcionam e se estruturam as indústrias, podemos classifica-las em diferentes tipos, com base na função, na tecnologia empregada, na aplicação de recursos ou nos bens produzidos.

Indústrias conforme a função:

Indústrias germinativas: são aquelas que geram o aparecimento outras indústrias, principalmente por necessitar dos materiais fornecidos. O principal exemplo é a petroquímica.

Indústrias de ponta: são indústrias de elevado padrão tecnológico e que dominam a atividade industrial de uma determinada localidade, a exemplo dos setores automobilístico e aeroespacial.

Indústrias conforme a tecnologia:

Indústrias tradicionais: desenvolve-se com pouca tecnologia e sistemas obsoletos ou antigos de produção. Muitas vezes estrutura-se a partir de núcleos familiares.

Indústrias dinâmicas: são aquelas que empregam um material tecnológico mais avançado e operam em larga escala. Utilizam-se de muito capital de investimentos, mas costumam empregar pouca força de trabalho e, eventualmente, geram desempregos estruturais, em função da substituição de trabalhadores por maquinários.

Indústrias conforme os recursos aplicados

Indústrias capital-intensivas: são aquelas que empregam uma maior quantidade de investimentos em capital de giro e também em equipamentos.

Indústrias trabalho-intensivas: são as que priorizam seus investimentos na força de trabalho.

Indústrias conforme os bens produzidos

Essa é a classificação oficial utilizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e predomina nas análises econômicas a respeito da produção brasileira.

Indústrias de bens intermediários: são indústrias que fabricam produtos que não são mercadorias finais, mas que são utilizados como matéria-prima para outras fábricas. São também chamadas de indústrias pesadas. Esse setor abrange a siderurgia, a petroquímica e a produção de outros materiais, como a celulose, o concreto, entre muitos outros.

Indústrias de bens de capital: são indústrias que produzem equipamentos para outras indústrias, como instrumentos de trabalho, maquinários simples e avançados, além da própria infraestrutura física das empresas em geral.

Indústrias de bens de consumo: também chamadas de indústrias leves, são aquelas que transformam matérias primas em mercadorias para o consumidor em geral. São divididas em indústrias de bens duráveis (eletroeletrônicos, móveis, veículos, etc.), semiduráveis (roupas, acessórios, etc.) e não-duráveis (alimentos, bebidas, remédios e outros).