Agricultura – O que é, tipos, curiosidades

A agricultura é uma das atividades mais antigas da história. Conheça os tipos, sistemas e curiosidades sobre esse setor tão importante!

A agricultura marcou uma grande mudança na humanidade: o início do sedentarismo humano. A partir desse momento, a humanidade deixou de ser nômade e passou a se estabelecer em comunidades e a desenvolver tecnologias revolucionárias.

O que é agricultura?

Agricultura significa arte de cultivar e é o conjunto de técnicas com o objetivo de obter frutos da terra. A agricultura tem como principal produção a de alimentos, porém, cada vez mais, a prática oferece insumos para vestimentas, combustível, medicamentos, construções e demais finalidades.

Por meio da implementação de técnicas, é possível controlar a qualidade, produção, colheita e outros aspectos do processo de cultivo.

Sistemas agrícolas

A diferença entre os sistemas agrícolas se dá baseado na área cultivada e no índice de produtividade. Os sistemas são divididos de duas formas: agricultura extensiva e intensiva.

Agricultura extensiva

Na agricultura extensiva, não há uma forte implementação de tecnologias e os elementos presentes na natureza são mais utilizados. Além disso, são usadas grandes extensões territoriais e usam a fertilidade natural do solo.

Agricultura intensiva

Já na agricultura intensiva são usados em todas as etapas de cultivo uma variedade de insumos e tecnologias. Para garantir a alta produtividade, são comuns a mecanização (tratores, plantadeiras, colheitadeiras, etc.) e o uso de insumos, que preparam o solo.

Também são usados na agricultura intensiva sementes selecionadas imunes de pragas e específicas ao tipo de clima, herbicidas, inseticidas, entre outros.

Tipos de agricultura

Confira a seguir três tipos de agricultura:

1 — Agricultura de subsistência

A agricultura de subsistência também é conhecida como agricultura tradicional, uma vez que é focada em autoconsumo com auxílio de técnicas tradicionais, em pequenas terras e com poucas máquinas.

2 — Agricultura orgânica

A agricultura orgânica visa o equilíbrio ambiental assim como a qualidade dos alimentos. As técnicas utilizadas contrapõem a utilização de insumos como agrotóxicos e fertilizantes durante o processo de cultivação.

Assim, em comparação com a agricultura comercial, a capacidade produtiva da agricultura orgânica é menor e o preço dos produtos são comumente elevados.

3 — Agricultura comercial

Esse tipo de agricultura também é conhecido como monocultura. Nesse modelo, um único produto é cultivado em grandes extensões de terra, com a produção voltada para a exportação.

Assim, com a necessidade de alta produtividade, há uma forte mecanização e uso de insumos que aumentam o rendimento.

Permacultura

A permacultura nasceu na década de 70 com Bill Mollison e David Holmgren. Esse modelo tem como objetivo a permanência da humanidade na terra por meio do planejamento de agricultura sustentável, com técnicas em equilíbrio com o meio ambiente.

O modelo une arquitetura bioclimática, engenharia ecológica, design sustentável e gerenciamento de recursos hídricos para suprir as necessidades humanas de forma sustentável.

Agricultura no Brasil

A agricultura é um pilar na economia brasileira desde a colonização portuguesa. O Brasil passou por diversos períodos de agricultura, como o ciclo de cana-de-açúcar, café e soja. Assim, a crescente mecanização aumentou a produtividade desde o século 20.

A formação de complexos agrícolas é um marco na economia atual, com foco nas regiões dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Sendo assim, os principais produtos são soja e cana-de-açúcar.

Agricultura na Região Norte

O Norte é o futuro da expansão agrícola, principalmente na região do Matopiba, que consiste nos estados de Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Atualmente, o agronegócio nessa região assume um caráter extensivo e de baixa tecnologia.

Agricultura na Região Nordeste

Na área da Zona da Mata, destaca-se o cultivo de grandes plantações, como a cana-de-açúcar. Já nas áreas semiáridas, há maior presença de agricultura familiar, assim como a agricultura de subsistência.

O cultivo de frutas é o foco, como o melão, a uva, a manga e o abacaxi.

Agricultura na Região Centro-Oeste

O Centro-Oeste é a região que está em crescimento com a mecanização. O principal produto é a soja, cultivada para exportação.

Agricultura na Região Sul

A produção agrícola na região Sul é marcada pela presença de imigrantes na formação da região. Com alta mecanização e produção em larga escala, os produtos mais produzidos são a soja, milho, a cana-de-açúcar e o algodão.

Agricultura na Região Sudeste

A agricultura da região Sudeste é altamente mecanizada e subordinada à indústria. Os principais produtos são café, cana-de-açúcar e a fruticultura, com ênfase para os laranjais.

Impactos ambientais

A necessidade de alta produtividade causa efeitos nocivos sobre o meio ambiente. Entre eles, destaca-se o desmatamento para o plantio, uso da água, contaminação das águas e solos com fertilizantes e agrotóxicos.

Além disso, a mecanização requer o uso de combustíveis que causam a poluição do ar. Também, o uso constante da terra resulta em erosão, exaustão dos mananciais de água doce e na queda de biodiversidade.

Curiosidades sobre a agricultura

  • Uso de água: setor do agronegócio é o maior consumidor de água do mundo;
  • Uso de solo: cerca de 38% do solo terrestre é utilizado para plantação, com exceção da Groenlândia e Antártida;
  • Produção: somente 60% da produção de alimentos tem como destino o consumo humano. Assim, 35% é utilizado para produzir forragem e alimentação na pecuária e 5% para as indústrias, principalmente, para os biocombustíveis;
  • Exportação brasileira: de acordo com o Ministério da Agricultura, até 2030, um terço dos produtos agrícolas comercializados serão de origem brasileira.

Leia também:

agricultura