Dispersores de sementes

Continue lendo para conhecer as diversas formas de dispersão de sementes das plantas.

Os dispersores de sementes são os agentes capazes de levar as sementes para longe da planta-mãe, garantindo uma distribuição espacial maior, minimizando a competição entre as plantas e aumentando a sobrevivência da espécie.

Os agentes dispersores podem ser de vários tipos e eles podem transportar apenas a semente ou dispersar a semente junto com o fruto.

Cada tipo de semente possui um dispersor adequado e, por isso, os dispersores, os frutos e as sementes evoluíram em conjunto.

Entre os principais dispersores de sementes estão o vento, a água e os animais, incluindo os humanos. Cada tipo de dispersão de sementes recebe um nome diferente:

  • Anemocoria é quando a dispersão ocorre pelo vento;
  • Hidrocoria é quando a dispersão acontece através da água;
  • Zoocoria é quando a dispersão ocorre através de animais;
  • Autocoria é quando a dispersão ocorre de forma autônoma pelas próprias plantas (como a mamona, que lança suas sementes).

Anemocoria

O vento é importante agente dispersor de sementes para as plantas, mas ele só consegue dispersar sementes que são adaptadas e possuem estruturas para favorecer o voo.

Essas sementes geralmente são leves, pequenas e podem possuir estruturas plumosas e aladas para facilitar que elas sejam levadas pelo vento.

As orquídeas e o dente-de-leão são bons exemplos de plantas que possuem sementes dispersas por anemocoria.

Anemocoria

Hidrocoria

A água é um bom dispersor de frutos e sementes de plantas que crescem próximas a cursos d’água como lagos e rios.

As sementes que são transportadas pela água possuem características que facilitam a flutuação, permitindo assim o transporte através da água.

O coco-da-baía é um exemplo de semente dispersa por hidrocoria. Ele possui um tecido leve e flutuante que permite que seja levado pelas correntes marítimas.

Hidrocoria

Zoocoria

Os animais são alguns dos principais dispersores de frutos e sementes. Eles geralmente ingerem os frutos carnosos (com sabor adocicado e que possuem atrativos de coloração) e liberam as sementes em outros locais.

As sementes podem ser lançadas após o animal comer o fruto, podem ser eliminadas nas fezes ou regurgitadas pelos animais.

Para muitas espécies de plantas, a digestão parcial é importante para quebrar a dormência das sementes e possibilitar que ela germine.

Apesar da alimentação ser a maior fonte de dispersão por zoocoria, muitos frutos e sementes possuem estruturas que se aderem no corpo dos animais e são transportadas para outros locais.

Zoocoria

Autocoria

Algumas plantas conseguem dispersar suas próprias sementes sem precisar de um agente intermediário, tipo de dispersão conhecida como autocoria.

Essa é a estratégia adotada pelas plantas mamona e maria-sem-vergonha, que lançam suas sementes a uma distância considerável.

Autocoria nas sementes de mamona.

Veja também:

AngiospermasReino AnimaliaReino Plantae