Enem ganhará versão seriada a partir de 2021

O Inep anunciou uma nova versão do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem Seriado. Os alunos terão a opção de fazer a prova em cada série do ensino médio e usar as notas para ingressar na faculdade.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou nesta quarta-feira, 6 de maio, que a partir de 2021 o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá uma versão seriada. Isto é, os estudantes terão a opção de fazer o Enem em cada série do ensino médio e usar as notas para ingressar na faculdade depois da realização das três provas.

No entanto, a prova tradicional não deixará de existir. Os alunos apenas poderão optar por usar a prova do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), em cada ano do ensino, ao invés de fazer o Enem. As notas poderão ser usadas no Programa Universidade para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

A utilização do método no Sistema de Seleção Unificado (SiSU) dependerá da adesão ou não das instituições públicas de ensino superior.

A partir do ano que vem, o Enem Seriado contemplará o conteúdo do primeiro ano do ensino médio.Em 2022, vai abranger o conteúdo da primeira e segunda série, e, em 2023, das três etapas do ensino médio. Os alunos que realizarem a prova da 1ª série do ensino médio no próximo ano, já vão concorrer às vagas no ensino superior de 2023, quando fizerem a última prova.

Seab e Novo Ensino Médio

As provas do Saeb serão disponibilizadas digitalmente para estudantes a partir do 5º ano do ensino fundamental, incluindo o ensino médio. O exame será feito por meio de tablets fornecidos pelas Secretarias de Educação. As provas serão aplicadas em mais de um dia, o que possibilita que um mesmo tablet seja usado por vários alunos.

Segundo o Inep, a intenção é que a mudança permita estimativas mais precisas da habilidade dos alunos, bem como a redução no tempo de coleta de dados e divulgação dos resultados. A edição seguinte do Enem seriado deverá ser a primeira baseada na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), no qual o conteúdo foi definido após a Reforma do Ensino Médio.

No entanto, o Exame tradicional do próximo ano não sofrerá nenhuma mudança em relação à Matriz de Referência visto que, a maioria dos colégios instituirão o novo ensino médio apenas a partir do ano que vem. Segundo o presidente do Inep, Alexandre Lopes, a expectativa é reformular o Enem no ano de 2023.

Leia também: Enem passará a ser 100% digital até 2026, diz Inep

Enem SeriadoEnem seriado 2021Inep anuncia Enem SeriadoReforma do Ensino Médio