Movimento ajuda a pagar inscrições do ENEM para quem precisa

Movimento AMPLIA conta com 50 mil doadores até o momento. Os doadores ajudam a aumentar o acesso ao conhecimento de vários estudantes pelo país.

Um movimento vem ganhando força na internet e visa pagar a inscrição do ENEM para quem precisa. As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) terminam nesta quarta-feira (14). Ainda dá tempo de ajudar muitos estudantes que querem entrar na universidade.

Leia também: Candidato pode alterar dados da inscrição no Enem 2021; confira quais

O Movimento AMPLIA surgiu em 2020 por conta dos impactos econômicos e sociais da atual crise sanitária. Naquele ano, 300 mil inscrições para o exame não tinham sido efetivadas por falta de pagamento.

“Às 18h do dia 4 de junho, menos de 24h após o início da campanha, mais de 20 mil pessoas indicaram ter interesse em contribuir e, em menos de 72h, 53 mil potenciais apoiadores/as”, é o que consta no site do Movimento.

Até o momento, 50 mil pessoas já contribuíram e cerca de 400 inscrições foram pagas. Os dados estão na página inicial do site movimentoamplia.com.br.

Mesmo existindo a oportunidade de obter isenção na taxa de inscrição, muitos candidatos não conseguem esse acesso. Diante disso, eles precisam desembolsar R$ 85 para efetivar o cadastro.

Provas serão aplicadas no mês de novembro

Tanto as provas digitais quanto as impressas serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro. Como de costume, portanto, serão dois dias de provas. A estrutura das provas é a mesma em ambas as modalidades (digital e impressa). Serão quatro cadernos de questões, mais a folha de redação.

O aluno enfrentará 45 questões de múltipla escolha – na versão digital, serão apresentadas na tela do computador. Enquanto a redação será feita em formato impresso, nos mesmos moldes de aplicação da versão em papel. Todos os concorrentes terão direito a rascunhos nos dois dias de prova.

Movimento AMPLIA vai além de pagar inscrições

Diante da carência de acesso à educação no Brasil, o Movimento AMPLIA não se limitou apenas a pagar as inscrições do ENEM. Os doadores ajudam a aumentar o acesso ao conhecimento de vários estudantes pelo país.

Contribuições mensais podem ajudar em três situações:

– Oportunidade de o estudante ter suas redações corrigidas por profissionais e evoluírem com esse suporte;

– Estudantes de São Paulo podem receber em sua casa um notebook doado ao AMPLIATecs na cidade; 

– Pagamento da inscrição do ENEM;

– Pagamento da inscrição na FUVEST (vestibular USP).

Para quem tiver interesse em se tornar um padrinho ou madrinha do projeto, basta conferir as informações no site. Acesse: movimentoamplia.com.br.

Destaquedoaçãoeneminscrição enemmovimento ampliaÚltimas Notícias