Predatismo e herbivoria

Relações ecológicas interespecíficas.

As relações ecológicas englobam todas as interações dos seres vivos, sejam eles da mesma espécie ou de espécies diferentes.

O que é predatismo?

O predatismo é um tipo de relação interespecífica desarmônica, ou seja, ocorre entre espécies diferentes e causa prejuízo a pelo menos uma delas.

Nessa relação temos uma espécie conhecida como predadora e pelo menos uma espécie conhecida como presa. A espécie predadora se alimenta das presas, esse é um dos fenômenos mais frequentes na natureza.

Exemplos de predatismo

  • Camuflagem

A camuflagem é a capacidade de um animal confundir-se com o meio ambiente, podendo ser um artifício de defesa, no caso da presa, para dificultar que o predador a encontre. Mas, da mesma forma, pode ser um artifício de aproximação do predador, para facilitar seu ataque sem que a presa perceba.

Camuflagem de um animal – Lagartixa-satânica-cauda-de-folha
  • Coloração de advertência

A coloração de advertência é um mecanismo de defesa da presa. Através dele, a presa emite uma coloração para advertir seu predador de que ela pode se defender com venenos, secreções irritantes ou de sabor ruim. Assim, após tentar devorá-las, o predador irá aprender que aquela presa não é palatável e evitar seu consumo.

Rã com coloração de advertência
  • Mimetismo

O mimetismo acontece quando indivíduos não venenosos se parecem com os venenosos. Isso confunde o predador, que evita este tipo de presa por já ter tido experiências desagradáveis com criaturas semelhantes. É o caso das serpentes corais que podem ser verdadeiras ou falsas.

Coral verdadeira – Micrurus frontalis
Coral falsa – Oxyrhopus trigeminus

O que é herbivoria?

A herbivoria é a relação de um animal herbívoro com as plantas que ele consome. Essa é uma relação muito semelhante ao predatismo, no entanto, a herbivoria também pode ser um tipo de parasitismo.

Exemplos de herbivoria

Quando um animal consome uma planta inteira ou a semente dela, ele destrói um indivíduo ou um embrião, no caso da semente. No entanto, se o animal consome apenas uma parte da planta, sem matá-la ou prejudicar sua reprodução, ele é considerado um parasita daquela planta, ou seja, ele apenas explora sua presa, sem matá-la.

Parasitismo – Lagarta comendo folha

Você pode baixar um mapa mental sobre todas as relações ecológicas e imprimir para estudar clicando aqui.

Veja também:

Interações ecológicasintraespecíficas e interespecíficasmapa mental relações ecológicasparasitismo