Relatório individual do aluno no Maternal

O relatório individual do aluno é um importante documento que auxilia na comunicação entre pais e professores. Confira alguns modelos.

O relatório individual do aluno é uma ferramenta importante para a comunicação entre pais e professores. Através do documento, é possível saber compreender o desenvolvimento dos estudantes, incluindo os pontos que precisam ser trabalhados.

Durante o maternal, a criança tem o primeiro contato com a “escolinha”. Esse período ajuda no desenvolvimento dos pequenos, pois eles aprendem muitas coisas e passam a contar com um raciocínio mais rápido do que se entrasse na escola somente na educação infantil.

Normalmente, os estudantes permanecem no maternal até completarem seus três anos de idade. Na fase, conta-se com aulas, mesmo para os menores, assim como também os tempos livres.

É muito importante que em todas as fases educacionais, os pais saibam sobre o desempenho de seus filhos. Pensando nisso, separamos alguns modelos de relatório individual do aluno no maternal, para auxiliar os educadores na produção do documento.

Modelo 1

Durante o semestre, foi possível observar a adaptação do (nome do aluno) nesta fase. Inicialmente, ele chorava todos os dias por sentir falta dos pais e na hora da soneca, ficava inquieto e muitas vezes nem dormia.

Com o passar dos meses, ele passou a interagir mais com as outras crianças e costuma chamar os professores para brincar. O (nome do aluno) ainda permanece um pouco inquieto em momentos específicos, como quando os pais o deixam na escola.

(nome do aluno) se alimenta bem, adora frutas e raramente deixa sobras do lanche. Gosta muito de ouvir as histórias na hora da leitura e tem facilidade com as atividades de pintura.

No geral, (nome do aluno) é uma criança muito meiga e amigável. Apesar de ter sentido dificuldades na hora da adaptação, atualmente se encontra mais à vontade com o ambiente e as pessoas.

Modelo 2

(nome do estudante) se adaptou com muita facilidade ao maternal. Desde o início, já gostava de brincar com as outras crianças, demonstrando ser muito comunicativo.

Na hora da soneca, por gastar muita energia durante as brincadeiras, o (nome do estudante) costuma dormir com facilidade, com maior dificuldade quando o acordamos para o turno vespertino.

Na hora de realizar atividades em sala de aula, como pintura, recorte e cola, inicialmente busca fazer como explicado, mas facilmente se distrai com os brinquedos ou com os outros colegas.

Apesar disso, quando chamamos sua atenção, ele retorna rapidamente para os exercícios aplicados.

Em conclusão, o (nome do aluno) é uma criança que mostrou muita facilidade em sua adaptação e desde o início, sendo muito comunicativa. Mas, na hora das atividades, se distrai rapidamente.

Modelo 3

(nome do estudante) é uma criança muito alegre. A princípio, se comunicava somente com uma coleguinha, mas atualmente tem aberto seu círculo de amizade e conhecido novas pessoas.

No quesito organização, é constantemente cobrado, pois sempre deixa de guardar seus materiais escolares e na hora de arrumar os brinquedos, continua brincando e não tem vontade de ajudar.

Nas rodas de conversa, participa ativamente, ouvindo e contribuindo nas interações. No parquinho, gosta de brincar principalmente de casinha e de construir castelos de areia.

Quando aplicadas atividades em sala, principalmente quando relacionadas a desenho, o (nome do estudante) faz tudo de forma caprichosa, demonstrando um bom desenvolvimento de sua coordenação motora fina.

Modelo 4

(nome do estudante) é uma criança tranquila e muito meiga. Ela não costuma conversar muito e na hora de brincar, prefere ficar com algumas bonecas em companhia de outras crianças.

Na hora de realizar atividades em sala de aula, demonstra muita criatividade. Apesar disso, nem sempre cumpre o que é proposto, fazendo outros desenhos na folha de atividades.

Em questão de organização, normalmente sua atenção não precisa ser chamada. Raramente esquece algum material em sala e ajuda na hora de recolher os brinquedos e organizar a sala.

Nas rodas de conversa, não costuma participar muito, somente se houverem perguntas diretas. Mas se mostra bem atenta ao que está sendo falado.

Modelo 5

(nome do estudante) tem um bom relacionamento com praticamente toda a turma. Nos últimos meses, tem evoluído sua capacidade de trabalhar em grupo, demonstrando um grande espírito de liderança.

Nos momentos de conflito, nem sempre consegue resolver sozinho, precisando da interferência dos professores. Com isso, ouve com clareza o que é instruído pelo educador.

Suas atividades favoritas são as de pinturas. O (nome do aluno), sendo muito criativo, sempre faz desenhos de coisas inovadoras, como novos animais que não existem.

Nos momentos de conversa, adora participar, expressa suas opiniões sobre as histórias e sempre é o primeiro a responder todas as perguntas.

Veja também:

maternal