Simulador digital mostra os danos ambientais em diferentes áreas do planeta

Ferramenta da Nasa está disponível para uso gratuito por qualquer internauta. A NASA disse que a criação da ferramenta proporcionará mais praticidade ao dia a dia.

O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) lançou uma novidade. Agora, os internautas conseguiram acompanhar os efeitos de forma simplificada os efeitos das mudanças ambientais. 

Leia mais: Empresa oferece curso de programação exclusivo para mulheres

Com certa frequência (a cada 5 ou 7 anos) o IPCC emite relatórios sobre o tema. O instituto fornece avaliações em escala global do clima terrestre desde 1988. No geral, os documentos tratam do aquecimento global, cobertura de gelo e emissões de gases poluentes. Além disso, também traz dados sobre as variações do nível do mar em todo o mundo.

As informações do IPCC são obtidas por meio de satélites, instrumentos terrestres e simulações digitais. Contudo, a leitura desses dados não é tão simples quanto poderia ser. Isso dificulta o entendimento dos cidadãos sobre o tema.

Agora, com a novidade trazida para 2021, uma nova ferramenta pretende facilitar essa leitura. O relatório do IPCC ganhou gráficos e conta com acesso facilitado ao público leigo, inclusive. É possível realizar uma visualização local, por região, através da internet.

A Agência Espacial Americana (NASA) disse que a criação da ferramenta deve trazer benefícios. Para o órgão, a implantação do recurso proporcionará mais praticidade ao dia a dia.

A nova ferramenta utiliza diferentes variáveis, além dos relatórios. Elas envolvem mudanças no cenário socioeconômico dos países. Fatores como emissão de gases poluentes também entram nos fatores mutáveis. Assim, é possível simular situações hipotéticas para saber o que aconteceria com o planeta em determinadas circunstâncias.

Como usar

A nova ferramenta da Nasa é fácil e intuitiva de se utilizar. Os usuários podem simular diferentes cenários e observar os efeitos climáticos decorrentes de cada um. Para isso, é preciso fazer o seguinte:

Acesse a ferramenta digital de projeção do nível do mar. Link: https://sealevel.nasa.gov/ipcc-ar6-sea-level-projection-tool.

  1. Na sequência, escolha uma localidade do mapa.
  2. Ao clicar, uma pop-up será aberta e mostrará o aumento médio do nível do mar naquela região.
  3. Se quiser dados mais ricos em detalhes, clique na área “full projection”.
  4. Depois, o usuário será redirecionado para outra página. Nela, é possível desvendar os diferentes cenários.

Pronto! Agora é só começar a simulação de diferentes situações por meio do recurso.

Meio AmbientenasasimuladorÚltimas Notícias