Animais nocivos aos seres humanos

Conheça algumas espécies que, apesar de pequenas em tamanho, podem causar prejuízos enormes à saúde humana.

0

O que são animais Nocivos?

Animais nocivos são aqueles que, de alguma forma, prejudicam os seres humanos. Pode ser pela propagação de doenças, causando ferimentos, na destruição de plantações ou efeitos desagradáveis, fortes dores e paralisia do corpo, até o óbito.

Alguns exemplos dessas espécies são as cobras, mosquitos, peixes e abelhas. Porém é necessário ressaltar que, mesmo sendo um animal nocivo em algumas circunstâncias, ele pode não ser em outras. Um bom exemplo são as abelhas que apesar de terem uma picada fatal, produzem o mel, que é um alimento muito apreciado pelos seres humanos.

Mosquitos

Apesar de serem animais que causam relativo incômodo aos seres humanos, são tidos como muito insignificantes por conta do tamanho diminuto. Entretanto, os mosquitos e suas várias espécies são responsáveis pela transmissão de uma série de doenças.

Dengue, malária, febre amarela, chikungunya, filariose e leishmaniose são alguns dos exemplos de patologias transmitidas pelos mosquitos, e que juntas, causam milhões de óbitos todos os anos.

Ao contrário do que grande parte das pessoas pensam, cobras, escorpiões e aranhas não ocupam o posto de animal com maior número de vítimas fatais. Curiosamente, quem leva essa posição são os mosquitos.

Mosca tsé-tsé

A Mosca tsé-tsé está na lista dos animais nocivos

Bastante diferente do mosquito, mas pertencente a um grupo similar, a mosca tsé-tsé, popularmente conhecida como mosca do sono, leva esse nome por conta da principal característica da doença causada por ela, a Tripanossomíase Humana Africana (THA), também chamada de doença do sono.

A patologia, sem o devido tratamento, pode ser fatal. A mosca, em si, não é venenosa. O grande problema está no protozoário carregado por ela. Por meio da picada ele é depositado no corpo humano, e sem o devido tratamento, vai se reproduzindo até atingir o cérebro.

A doença, entre outros sintomas, pode causar fortes dores musculares, tremores, febres e problemas neurológicos. O indivíduo infectado pode levar meses ou anos para morrer, dependendo da agressividade da infecção.

Escorpiões

Animal nocivo ao ser humano: Escorpião

Quando o assunto são os animais nocivos, o escorpião sempre está entre os mais lembrados. E o pior de tudo, eles atingem, de maneira fatal, principalmente as crianças. Somente no Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde, em 2015, foram registrados 74.598 mil casos de picadas e 119 óbitos em decorrência de ataques de escorpiões.

Eles possuem hábitos noturnos, mas picadas durante o dia são frequentemente notificadas, principalmente nas proximidades de locais com muito lixo e entulhos. O veneno do escorpião atinge o sistema nervoso e além de fortes dores pode levar os indivíduos a óbito.

Peixe-pedra

Peixe venenoso e nocivo: Peixe-Pedra

Tem a fama de ser um dos peixes mais mortíferos do mundo. Seu veneno, que tem força suficiente para matar um ser humano, encontra-se nas suas barbatanas dorsais espinhosas. Possuem, ainda, ossos na região dos olhos que são semelhantes ao formato de canivetes.

Mais conhecido como “sabre lacrimal”, o mecanismo fica na bochecha dos animais e eles são muito eficazes na proteção contra grandes predadores marinhos.

Ademais, são espécie “super camufladas”, capazes de ficarem muito semelhantes a pedras e corais, o que aumenta suas chance de ataques a seres humanos. Quando atacam suas presas injetam uma substância neurotóxica que pode ser letal para seres humanos.

Aranhas

aranha é conhecida por ser um dos animais nocivos ao ser humano

Apesar de existirem mais de 40 mil de espécies de aranhas, poucas são nocivas. As que possuem essas características podem ser divididas em três grupos principais: armadeiras, latrodectus (viúvas-negras) e arranha-marrom.

A picada das armadeiras, que estão entre os animais mais mortais do planeta, é capaz de provar uma dor inimaginável. Além disso, pode causar danos cardíacos, respiratórios e ao sistema nervoso central.

Apesar de serem responsáveis pelo menor número de acidentes, a picada da viúva-negra age diretamente no sistema nervoso e nos músculos dos indivíduos afetados. Seus ataques são frequentes em bovinos e equinos, uma vez que elas se escondem em meio ao capim do qual os animais se alimentam.

A aranha-marrom, apesar de bem pequena, frequentemente faz vítimas fatais. E ela tem, ainda, um agravante: a picada não causa nenhuma dor. Por conta disso, as pessoas atacadas só percebem que algo está errado quando os primeiros sintomas a aparecer.

Entre eles, os mais comuns são a necrose das células na região afetada e a falência dos órgãos, sendo que os mais comuns são os rins.

Abelhas africanizadas

Abelhas Africanizadas: Animais Nocivos ao ser Humano

Não é por acaso que elas levam o apelido de abelhas assassinas. Trata-se de um animal híbrido, fruto do cruzamento entre abelhas africanas e europeias. Como resultado, as abelhas africanizadas são um pouco menores do que as abelhas mais comuns e o seu veneno menos poderoso.

O grande problema da espécie está do modo como ela defende seu território. Por serem mais sensíveis a perturbações, elas atacam em grandes grupos e com grande número de ferroadas. A reação pode ser potencializada em indivíduos que possuem alergia ao inseto. Por conta disso, centenas de pessoas foram mortas nos últimos anos.

Mamba negra

Serpente mortal e nociva: Mamba Negra

A mamba negra está entre as serpentes mais mortais do mundo. Além de ter hábitos de caça, seu veneno é altamente letal, sendo capaz de matar um ser humano adulto em aproximadamente 20 minutos. Por isso, ela leva o título de mais venenosa da África.

Não bastasse isso, é a cobra de locomoção terrestre mais rápida do mundo, tendo como agravante o fato de que ela se torna ainda mais agressiva quando se sente ameaçada. Em média, ela se locomove a 20 km por hora, o que é equivalente a um maratonista profissional.

Mesmo que um soro que combate a ação do seu veneno já tenha sido desenvolvido, dificilmente ele será encontrado nas regiões com maior índice de ataques, como no caso da África Meridional e África Ocidental. Justamente por isso faz o maior número de vítimas fatais de ataques por serpentes.

Polvo-de-anéis-azuis ou polvo hapalochlaena

Animais Nocivos e perigosos: polvo hapalochlaena

Pequeno e lindo, assim pode ser feita a definição de um polvo-de-anéis-azuis. A esses dois adjetivos, podemos somar outro que melhor caracteriza o animal: venenoso.

Frequentemente encontrados no litoral australiano e entre a Oceania e o Japão , eles costumam atacar somente quando são provocados por sua presa. Seu tamanho é inversamente proporcional a letalidade do veneno. Quando atacam, usam uma pequena boca para depositar a toxina. Esta, por sua vez, é capaz de matar um animal de até 1.200kg.

A ação do veneno também é extremamente rápida, uma vez injetado, ele pode matar uma pessoa em até 30 minutos. A boa notícia é que apesar de fatais, seus ataques são um tanto raros, o que faz com que a espécie tenha muitas vítimas por ano.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.