A Arte do Renascimento

O Nascimento de Vênus, uma das obras mais importantes do artista renascentistas Sandro Botticelli. Uma das principais características do movimento artístico desenvolvido nesse período é o resgate da cultura da Antiguidade Clássica. Como se pode ver na imagem acima essa revalorização da cultura greco-romana expressou também na retomada dos temas da mitologia grega.

O Renascimento foi um movimento cultural nascido durante o século XIV na rica cidade de Florença na Itália. Os ideais renascentistas se espalharam por toda a Europa até o final do século XVI. Os artistas desse movimento visavam resgatar os valores da cultura greco-romana segundo eles, abandonados no período conhecido como Idade Média.

Os renascentistas colocavam em primeiro plano a existência humana, ao contrário do que acontecia no período medieval, em que havia uma excessiva preocupação com os valores religiosos. Como a Igreja Católica havia se transformado na instituição mais poderosa da Europa, ela controlava tudo o que era produzido e divulgado na sociedade.

Deus não era negado pelos homens do Renascimento, no entanto a preocupação com o ser humano e os assuntos terrenos deveria estar em primeiro lugar. A base da cultura renascentista era o humanismo, movimento que apresentava como principais características:

  • Antropocentrismo: homem como o centro do universo.

Resgate da cultura e dos estudos da Antiguidade Clássica.

  • Racionalismo: a busca da verdade deve ocorrer por meio da investigação, visto que o homem é um ser racional.

O Desenvolvimento da Arte Renascentista

O fortalecimento da burguesia na Europa estimulou a expansão dos ideais renascentistas. Os estudiosos e artistas do Renascimento foram financiados por ricos banqueiros e comerciantes conhecidos como mecenas, estes financiavam e divulgavam o trabalho dos artistas em troca de reconhecimento social. A beleza das obras de arte gerava um grande prestígio para as cidades, o que levava os mecenas a competirem para contratar os melhores artistas.

Características da Arte Renascentista

O Renascimento e suas mais variadas expressões surgiram em Florença, mas ao se espalhar para outras regiões da Europa adquiriu especificidades de cada local. Apesar da liberdade de criação de cada artista, a arte renascentista apresentava algumas características em comum, entre elas pode-se destacar:

Realismo: os artistas buscavam representar suas criações com o máximo de realidade, para isso no centro de suas obras estava o homem e a natureza. Com o objetivo de se aproximar dessa realidade, eles desenvolveram técnicas que visavam expressar os sentimentos e emoções humanas.
Valorizavam-se muito os prazeres terrenos e a beleza do corpo, o que antes era considerado pecado pela sociedade medieval.

A Técnica da Perspectiva: a utilização dessa técnica criava uma sensação de profundidade e volume às telas. Seu emprego só foi possível a partir da utilização de figuras geométricas e estudos matemáticos. Até mesmo as obras de arte eram fruto de incansáveis estudos científicos.

Valorização da cultura greco-romana: Os renascentistas admiravam a relação dos gregos e romanos com os sentimentos humanos e a natureza. Para eles tudo o que foi criado por essas duas grandes civilizações da antiguidade clássica foi perdido durante a Idade Média, devido aos dogmas religiosos.

Principais Artistas do Renascimento

Giotto di Bondone: pintor e arquiteto italiano, os traços realistas expressados em suas obras fazem dele um dos percussores do movimento renascentista. Entre suas principais obras pode-se destacar a Madonna de todos os santos, O Beijo de Judas, A Lamentação e Julgamento Final.

Michelangelo Buonorroti: destacou-se na pintura, na arquitetura e na escultura. Suas principais criações foram à pintura do teto da Capela Sistina e esculturas como a Pietá, Davi e Moisés.

Rafael Sanzio: ficou reconhecido pela pintura de várias Madonas (representação da virgem Maria com o menino Jesus). Suas obras apresentavam um estilo baseado na clareza das figuras. Apesar de criações inspiradas em temáticas religiosas, Rafael procurava em retratar o ser humano e explora o mundo real. As características realistas são nitidamente percebidas em suas obras. Uma das suas criações mais conhecidas é a Escola de Atenas, pintada em uma das paredes do Vaticano.

Leonardo da Vinci: um dos artistas mais completos do período renascentista destacou-se por seus estudos científicos sobre os mais variados assuntos. Pintor, escultor, cientista, engenheiro, físico, escritor, etc. Leonardo conquistou maior reconhecimento em suas obras artísticas do que em seus estudos científicos. Obras principais: Mona Lisa, Última Ceia.

Sandro Botticelli: reconhecido por suas representações de cenas da mitologia clássica. Entre suas principais obras estão O Nascimento de Vênus e Primavera.

Filippo Brunelleschi: sua principal criação foi à cúpula da catedral de Florença, modelo para a arquitetura renascentista.

Donatello: apesar de também exaltar a figura humana, o artista ficou conhecido por suas esculturas com temas religiosos. Suas principais criações foram São Jorge e Gattamelata.

Arquitetura

A cultura greco-romana continuou a influenciar os artistas renascentistas, as obras arquitetônicas não fugiram a essa regra. O resgate da cultura Clássica buscava aliar elementos do cristianismo com as manifestações do mundo pagão. A busca incessante pela beleza levava os arquitetos a investirem na edificação de obras artisticamente perfeitas que imprimissem as suas características individuais.

As obras arquitetônicas eram meticulosamente calculadas, o uso da geometria euclidiana (geometria, em duas e três dimensões, baseada nos postulados de Euclides de Alexandria) era aplicado na construção de casas, igrejas, vilas, monumentos, etc.

Os Novos Meios de Divulgação

A invenção da imprensa, das academias literárias e artísticas contribuiu para a divulgação das obras renascentistas. Os novos meios de se divulgar as criações e artistas fez com que o renascimento atingisse toda a Europa até o século XVI. A substituição dos livros manuscritos, pelos livros que utilizavam os tipos móveis inventados pelo alemão Johannes Gutenberg, facilitou a circulação desse movimento cultural.

Lorena Castro Alves
Graduada em História e Pedagogia

você pode gostar também
  1. joao victor Diz

    bom

  2. katia Diz

    lindo

  3. jhoam Diz

    Meu seminário já tá feito.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More