Auxílio Brasil para solteiros? Saiba se grupo pode receber o benefício

O Auxílio Brasil é recente e muitas pessoas têm dúvidas sobre o programa. Veja agora se pessoas solteiras também podem receber o benefício.

O Auxílio Brasil chegou como substituto do Bolsa Família e muitas pessoas têm dúvidas sobre o programa. Nesse sentido, um questionamento comum é sobre quem tem direito ao benefício. Pensando nisso, hoje iremos esclarecer que há sim Auxílio Brasil para solteiros e o que é necessário para ter acesso ao programa.

Leia mais: Saiba tudo sobre o leilão que o Santander vai realizar no dia 23 de maio

Auxílio Brasil para pessoas solteiras

O programa Auxílio Brasil está em vigor desde novembro de 2021 e atende cerca de 18,5 milhões de famílias atualmente. O valor mínimo do benefício é de R$ 400 por mês. Quanto à situação conjugal, não é necessário matrimônio nem união estável para ter acesso ao programa. Ou seja, solteiros podem receber.

Maior parte das famílias beneficiárias têm mães solteiras

Um dado importante é que, de acordo com o próprio Ministério da Cidadania, grande parte das famílias beneficiárias do programa são chefiadas por mulheres que, em sua maioria, são mães solteiras.

Requisitos necessários para ter acesso ao Auxílio Brasil

A condição essencial para receber o Auxílio é a inscrição no CadÚnico (Cadastro Único). Além disso, existem critérios de renda e composição familiar que precisam se enquadrar nos requisitos do programa. Uma vez que estes sejam atendidos, a pessoa estará apta a solicitar e receber o benefício.

De forma mais detalhada, segundo a legislação a respeito do Auxílio Brasil, é necessário atender aos seguintes critérios para fazer parte do programa:

  • Como mencionado, é necessário ter inscrição no CadÚnico, com cadastro atualizado há menos de dois anos;
  • A renda mensal familiar per capita (por pessoa) deve ser de até R$ 105 (que corresponde à faixa de extrema pobreza), ou de R$ 105,01 a R$ 210, com pelo menos um membro da família menor de idade, ou então que seja menor de 21 anos (desde que esteja matriculado no ensino básico), ou então uma pessoa gestante.

Desse modo, respondendo a outra dúvida comum, até mesmo as famílias sem pessoas menores de idade e famílias unipessoais (aquelas formadas por apenas uma pessoa) podem ser incluídas no programa, desde que se encaixem na escala de extrema pobreza.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More