Auxílio Gasolina de até R$ 300,00 é aprovado; Saiba quem tem direito

Tentando reduzir o valor da gasolina e controlar a economia, o governo prevê o pagamento do auxílio-gasolina.

A guerra entre Ucrânia e Rússia possui impactos mundiais que reverberam no Brasil, principalmente no aumento do preço dos combustíveis. Nesta sexta, a Petrobras anunciou o aumento de 18,8% no preço da gasolina e de 24,9% no preço do diesel.

Esses aumentos impactam diretamente na economia e no bolso dos que trabalham com transporte, como taxistas, motoristas de aplicativos, caminhoneiros e outros. Assim, o projeto de lei que está tramitando na Câmara prevê o pagamento de um auxílio gasolina para esses trabalhadores.

Veja mais em: Quanto custaria a gasolina caso o ICMS fosse zerado?

O que tem influenciado nesses aumentos

O conflito entre Rússia e Ucrânia mostra os seus efeitos em escala mundial, principalmente aqui no Brasil. Uma das áreas mais afetadas são os preços dos combustíveis, que cotados em dólar, lidam com a lei de oferta e demanda.

A Petrobras até tentou segurar o valor por cerca de 57 dias, porém na última quinta ela anunciou que passaria o aumento para os consumidores. Desse modo, a gasolina aumenta cerca de 18,8% e o diesel 24,9%.

Os aumentos graduais interferem diretamente na economia, porque assim que é passado para o consumidor os preços precisam ser reajustados para arcar com todos os gastos. Com isso, o governo estuda possibilidades de reduzir os impactos causados no bolso do consumidor.

O auxílio gasolina

Nesta quinta, dia 10, o Senado aprovou o Projeto de Lei (PL) 1.472/2021. Esse projeto pretende alterar a fórmula de cálculo dos combustíveis e criar uma estabilização de preços.

A ideia central é retardar a alta dos preços para que os aumentos repassados sejam mais leves para o bolso do consumidor. Desse modo, quando houvesse a necessidade de elevar os preços, o consumidor não sentiria tanto.

Além disso, o projeto também prevê a criação do auxílio gasolina para pessoas que possuem renda de até três salários-mínimos. Assim, motoristas autônomos, taxistas e motociclistas de aplicativos poderão ser beneficiados com valores entre R$ 100 e R$ 300,00, desde que a pessoa comprove que trabalha com um veículo.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More