Bacia Atlântico Nordeste Ocidental – Mapa, Principais Rios e Dados

A região hidrográfica abrange diferentes biomas em áreas dos estados do Maranhão e Pará, com clima chuvoso, quente e úmido

0

A Bacia Atlântico Nordeste Ocidental é uma das regiões hidrográficas da região nordeste. Com aproximadamente 274 mil km² e população de 6,2 milhões segundo o censo 2010, área abrange 235 municípios em parcelas do Maranhão e Pará.

Cerca de 61% da população da Bacia Atlântico Nordeste Ocidental vive nas cidades, que inclusive constitui a principal demanda hídrica da região – o uso urbano da água. As atividades industriais, que movimentam a economia da região, estão relacionadas ao Distrito Industrial de São Paulo e de exploração de minérios pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) e do Alumínio do Maranhão (Alumar).

Unidades hidrográficas e principais cidades da Bacia Atlântico Nordeste Ocidental (Foto: Agência Nacional das Águas – ANA)

A precipitação da Bacia Atlântico Nordeste Ocidental é só um pouco abaixo da média nacional – 1.700 mm, em comparação com 1.761 mm do Brasil. A disponibilidade hídrica é de 320,4 m³/s corresponde a menos de 0,5% da disponibilidade nacional.

Diferentes biomas estão presentes na região: caatinga, cerrado e amazônico. Aproximadamente 28% da região também é território de Unidade de Conservação e Terras Indígenas.

Questões críticas

Apesar da agricultura não ser a maior demanda hídrica da região, a Bacia Atlântico Nordeste Ocidental sofre com o uso inadequado dos solos decorrentes dessa atividade. O resultado do plantio de diferentes culturas, especialmente soja e arroz, são processos erosivos, salinização, formação de áreas desertificadas e até assoreamento de rios. Devido a atividade madeireira, boa parte da área original do bioma amazônica foi desmatado – apenas restam 27%.

A região sofre tanto com cheias como secas. Em dez anos, de 2003 a 2013, 116 municípios da região decretaram situação de emergência ou calamidade pública por conta de cheias, que englobam enchentes, alagamentos, enxurradas e inundações.

Já quanto a seca, neste mesmo período, 85 municípios decretaram situação de emergência por conta da seca.

A poluição das águas devido a falta de saneamento – 28% do esgoto é coletado e apenas 8% é tratado (Ministério das Cidades, 2012) – é um problema sério da região. Nos rios, despejos domésticos, industriais e agrícolas são descartados sem nenhum tratamento, o que prejudica a população e o meio ambiente.

Principais dados

Área total: 274.300 km² (3% do território brasileiro)
População (Censo 2010): 6.244.419
Localização: Maranhão e Pará
Número de municípios: 235
Densidade demográfica: 22,8 hab./km²
Disponibilidade hídrica: 320,4 m³/s

Sub-divisões

  • Itapecuru
  • Gurupi
  • Litorânea MA
  • Litorânea MA/PA
  • Mearim

Principais Rios

  • Rio Gurupi
  • Rio Mearim
  • Rio Itapecuru
  • Rio Munim

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.