8 Bruxas Famosas da Vida Real – História, Quem foram

Bruxas realmente existiram. Não como a gente vê nas telonas no cinema ou em seriados da Netflix, mas mulheres da História que foram acusadas de feitiçaria, sendo brutalmente assassinadas. Conheça oito bruxas famosas da vida real.

0

Bruxas realmente existiram. Não como a gente vê nas telonas no cinema ou em seriados da Netflix, mas mulheres da História que foram acusadas de feitiçaria, sendo brutalmente assassinadas. Seja queimadas vivas na fogueira, degoladas ou enforcadas.

Foram curandeiras, parteiras, vidente, guerreira e até tem uma forte rainha da Inglaterra.

Conheça oito bruxas da vida real

1 Ana Bolena

Ana Bolena

Foi rainha da Inglaterra do 2º casamento do rei Henrique VIII.A mulher tinha personalidade forte e decidida como no filme “A Outra”, de 2008.

Ana Bolena foi acusada de bruxaria pelo próprio marido por levá-lo a distanciar a política do país da Igreja Católica.

A acusação também se tratou de vingança por ela não dar a luz a um menino, herdeiro do trono, mas a uma bebê menina. Criança que depois se tornou a rainha Elizabeth I, ou Isabel I, a rainha virgem.

Ana Bolena  também teria sofrido um aborto em que o feto nasceu cheio de deformações. O fato da rainha ter seis dedos em uma das mãos também ajudou a sustentar a acusação de bruxaria.

Em razão de tantas acusações, ela foi tragicamente degolada em 19 de maio de 1536 na Torre de Londres.

2 Joana D’Arc

Joana D’Arc

Foi uma grande guerreira que lutou na Guerra dos Cem Anos (1337-1453), quando a Francesa, seu país, enfrentou a rival Inglaterra. Joana D’arc foi canonizada (transformada em santa) no ano de 1920.

Nascida em 1412, quando criança Joana D’Arc presenciou o assassinato de membros de sua família por soldados ingleses que invadiram a vila em que morava.

Após o acontecimento ela passou a ser acometida por muitas vozes e também visões, as quais ela dizia ser dos santos Miguel, Catarina e Margarida.

Nas mensagens passadas pelas vozes e visões Joana era orientada a ara o exército francês e ajudar seu reino na guerra contra a Inglaterra.

Motivada pelas mensagens, cortou o cabelo bem curto, vestiu-se de homem e começou a fazer treinamentos militares.

Com o tempo de treinamento, foi aceita no exército francês, chegando a comandar tropas. Suas vitórias importantes e o reconhecimento que ganhou do rei Carlos VII despertaram a inveja em outros líderes militares da França.

Os militares começaram a conspirar contra ela e diminuíram o apoio do rei a Joana D’arc. Em 1430, durante uma batalha em Paris, Joana foi ferida e capturada pelos borgonheses que a venderam para os ingleses.

Na prisão foi acusada de feitiçaria, em razões de suas visões, e condenada à morte na fogueira. Ela foi queimada viva na cidade de Rouen, no ano de 1431.

3 Margaret Jones

Margaret Jones

Margaret era parteira e praticava medicina com ervas, folhas e raízes. Fazia licores e xaropes. Margaret vivia em Massachusetts Bay Colony, na Nova Inglaterra, Estados Unidos.

Ela viveu entre 1613 e 1648 e foi apontada como bruxa, porque talvez estaria envenenando os  pacientes que a procuravam pois estes passavam muito mal.

A bruxa foi a primeira pessoa a ser executada por feitiçaria durante o período da Caça às Bruxas na região de Massachusetts, ela foi enforcada em 15 de junho de 1648.

4  Maggie Wall

 Maggie Wall

Na Escócia há um monumento de seis metros de altura construído com pedras, o que lembra um túmulo.

Nele está escrito: “ Maggie Wall queimada aqui. 1657 como uma bruxa”.

A verdade é que não se sabe se a Maggie existiu mesmo, não há nenhum refgistro de seu julgamento como bruxa ou algo que comprove que ela realmente existiu.

Mas o fato é que o monumento é mais visitado do que o túmulo de Elvis Presley, astro do rock.

E muitos dos visitantes deixam pedidos e gravam mensagens para a bruxa Maggie Wall que teria sido assinada na fogueira.

5 La Voisin (Catherine Deshayes)

La Voisin (Catherine Deshayes)

Catherine Deshayes, mais conhecida pelo pseudônimo La Voisin, foi uma curandeira francesa.

Mulheres ricas e poderosas de Paris a procuravam para fazer abortos, criar poções de amor e venenos.

A bruxa ficou famosa e rica com tanta procura. Contudo, ela foi presa e condenada por feitiçaria  sendo que no julgamento, o fato de ser vista como uma esposa promíscua pesou na hora do veredito. La Voisin foi  queimada em público no centro de Paris no ano de 1680.

6 Merga Bien

Merga Bien

No século XVII várias mulheres foram queimadas na Alemanha nos julgamentos das Bruxas de Fulda (1603-1606), uma caça às bruxas promovida no país.

O caso de Merga Bien é bastante conhecido, pois ela foi acusada de engravidar do diabo.

A bruxa estava casada a 14 anos e ainda não tinha tido filhos. Porém, quando  o marido dela morreu, Merga estava grávida.

Em razão do clima de caça às bruxas que rolava na época, Merga foi acusada de matar o marido e manter relações  sexuais com o próprio Satanás.

Torturada, a mulher teve que confessar os crimes e morreu queimada na fogueira durante o reinado de Balthasar von Dernbach (1548 – 1606).  

7 Mãe Shipton  (Ursula Southeil)

Mãe Shipton  (Ursula Southeil)

Ursula Southeil, chamada de Mãe Shipton, foi uma profetisa inglesa do século XVI. Previu a Grande Peste e o Grande Incêndio de Londres.

Tinha uma aparência não muito aceita pelos padrões de beleza e, por isso, seus opositores a chamavam de “cara de bruxa” e “bastarda do diabo”.

Nasceu na caverna de Knaresborough,o local virou a caverna da Mãe Shipton e tornou-se uma atração turística para os visitantes mais curiosos.

8 Marie Laveau

Marie Laveau

A rainha do voodoo de Nova Orleans, ela era uma mulher muito atraente e sedutora. Muitas pessoas a procuravam em busca de cura de doenças.

Tinha o hábito de oferecer abrigo em sua casa para desabrigados e famintos.

No ano de 1881 Marie Laveau faleceu aos 98 anos de idade de causas naturais. O túmulo onde está sepultada recebe mensagens, oferendas e pedidos de pessoas que esperam a concessão de desejos.

Quando um pedido se torna realidade, As pessoas retornam ao túmulo da bruxa e deixam três letras “X”.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.