Coco ou côco

Confira agora como escrever a palavra. Além disso, entenda por qual motivo a palavra é escrita com ou sem acento. Leia também alguns exemplos.

0

A palavra em questão é um substantivo masculino que se refere a coqueiro ou fruto do coqueiro. Além disso, também pode se referir à cabeça ou ao crânio ou ao papão (mostro imaginário infantil). Ainda mais, pode significar muito dinheiro, um recipiente ou tipo de dança de roda.

O termo é sinônimo das seguintes palavras: coqueiro, coco-da-baía, dinheirama, dinheirada, dinheirame, cabeça, crânio, cocuruto, vasilha, coca, bicho-papão, entre outras. Mas, qual a forma correta? Coco ou côco?

A forma correta de escrever a palavra é coco, sem acento. De acordo com a Língua Portuguesa, côco é incorreto.

A palavra coco não possui acento por ser uma paroxítona. Com isso, não existe a necessidade de utilizar o acentro circunflexo. Mas, existem algumas exceções, como as paroxítonas terminadas com r, x, n, l, ps, om ,ons, um, uns, ã, ãs, ão, ãos e ditongos orais.

Exemplos com coco

Confira alguns exemplos com coco:

  • Ele trouxe muitos cocos;
  • Quebrei o coco no chão;
  • Tem muitos cocos naquele coqueiro.

Coco e cocô

A palavra cocô é uma oxítona que contém acento circunflexo. O termo se refere a fezes, excrementos ou coisas de má qualidade. Isso em uma linguagem informal. Confira abaixo alguns exemplos:

  • Ela precisa fazer cocô;
  • Ontem ele não conseguiu fazer cocô;
  • Nossa, essa menina é um cocô.

Veja respostas para outras dúvidas comuns:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.