Como planejar a primeira viagem internacional: Passo a passo completo

A primeira viagem internacional é uma concretização de um sonho. Para sair tudo como planejado, é aconselhável seguir certas recomendações.

0

A primeira viagem internacional é um verdadeiro sonho. As expectativas estão sempre a mil e a animação toma conta de você!

Entretanto, para que tudo saia conforme seus anseios, é necessário dedicação e compromisso no processo de programação. Caso contrário, o que era pra ser um sonho pode se tornar um pesadelo.

Mas, calma! Não precisa se preocupar. Te ajudaremos nessa para garantir o sucesso do seu passeio. Veja a seguir um o passo a passo do que você realmente precisa saber e fazer antes de viajar pelo mundo.

1 Passaporte em dia

Passaporte em dia

Para destinos da América do Sul, o documento não é obrigatório. Mas para outros locais, o passaporte é essencial e, por isso, ele deve estar devidamente renovado e autorizado.

Sem contar que alguns países exigem que o passaporte tenha, no mínimo, 6 meses de validade.

2 Vacinas para viajar

Vacinas para viajar

Estar devidamente vacinado é um requisito básico para alguns destinos. A febre amarela por exemplo, é uma das comprovações internacionais de vacinação mais solicitadas.

Para saber se seu destino exige essas condições consulte aqui.

3 Comprar passagens mais baratas

Comprar passagens mais baratas

É possível comprar passagens extremamente baratas em determinadas épocas do ano, dias da semana e até mesmo em alguns horários do dia, sendo a madrugada ideal para este fim. É necessário estar sempre atento às promoções dos sites e agências de viagens.

4 Escolha o melhor assento

Escolha o melhor assento

Já que se trata de uma viagem longa, o conforto na hora de escolher o assento é primordial. Por isso, não deixe esse hábito para última hora, no momento do check-in.

Há sites que indicam qual a melhor opção para seu voo, como: Seat Guru, Expert Flyer, Business Traveller. Essas ferramentas permitem averiguar a possibilidade de reservar um assento confortável sem taxas extras. Assim, a escolha será feita com calma e com bastante tempo para análises.

5 Viajar com restrições alimentares/necessidades especiais

Viajar com restrições alimentares/necessidades especiais

Normalmente, as companhias internacionais oferecem refeições durante os voos, com o valor incluso na passagem. Em caso de restrição alimentar, é possível entrar em contato antes com a empresa com a qual voará e avisar sobre o que você pode ou não ingerir.

Da mesma forma acontece com portadores de deficiência que necessitam de atendimento especial durante o voo.

6 Milhas para viagens mais baratas

Milhas para viagens mais baratas

Viagens internacionais são excelentes formas de acumular uma quantidade considerável de milhas.

Para quem não sabe, milhas são uma forma encontrada pelas companhias para retribuir seus clientes mais assíduos, incentivando-os a não voar com as concorrentes. O que é oferecido em troca da exclusividade são passagens aéreas, emitidas com o saldo adquirido.

É possível adquirir as milhas na hora do check-in ou depois do voo. Mas, quanto antes melhor.

7 Roteiro

Roteiro

Para se realizar uma viagem de acordo com suas expectativas, o roteiro é elemento primordial.

Deve-se pesquisar aspectos como passeios na cidade, quanto custa para entrar em atrações turísticas, saber qual o clima da região, o tipo de roupas permitidos em cada lugar (dependendo da cultura isso é primordial), pensar nas formas de transitar de um lado para o outro e assim por diante.

Tudo isso evita que você se enfie em encrencas fora do Brasil.

8 Orçamento: Quanto levar para uma viagem internacional?

Orçamento: Quanto levar para uma viagem internacional?

Com o roteiro pronto é possível ter uma noção de gastos com a viagem. Deve ser calculado uma margem de quanto sairá gastos com hotéis, alimentação, transporte, passeios, compras e até um extra para imprevistos devem ser considerados para sua primeira viagem internacional (e para todas as outras que você fizer na vida).

Contudo, esses aspectos são muito relativos. Se for ficar em albergues, por exemplo, o custo será muito mais em conta que se ficar nos tradicionais hotéis. Fazer compras em supermercados ficará infinitamente mais barato que comer em restaurantes, e assim por diante.

Outro ponto importante é a moeda. É preciso fazer uma pesquisa sobre o destino, qual moeda é usada lá e quanto está o câmbio e as taxas de IOF na hora de trocar. Procure saber se é mais vantajoso comprar a moeda local no próprio país ou levar o dinheiro já trocado do Brasil.

Cartões de crédito também podem ser úteis, desde que sejam internacionalmente aceitos. Verifique as possíveis taxas de serviço.

9 Reserva com antecedência

Reserva com antecedência

Na hora de reservar hospedagem, não leve em consideração apenas o preço mas também a localização, de acordo com os locais que se pretende visitar, acessibilidade aos transportes públicos e assim por diante.

Por isso, é de suma importância garantir a reserva o mais rápido possível.

10 Seguro viagem

Seguro viagem

É claro que quando vamos viajar a última coisa que queremos pensar é sobre algum incidente e, por isso, acabamos esquecendo desse aspecto que, na verdade, é fundamental.

Para se proteger enquanto estiver fora do país, especialmente quanto à sua saúde, tenha sempre uma assistência ao viajante. O melhor é que há seguros para todos os bolsos.

11 O jeito certo de fazer as malas

O jeito certo de fazer as malas

É preciso ficar atento quanto ao limite de peso estipulado pelas companhias aéreas, além do fato de considerar o espaço para as lembrancinhas na volta, pense sobre o clima do país e do trajeto também é essencial.

12 Cheque a documentação necessária

Cheque a documentação necessária

Perda ou furto de cartões e documentos também podem acontecer durante uma viagem internacional.

Para evitar dores de cabeça, deixe com uma pessoa de confiança no Brasil, cópias de suas passagens, do passaporte, das reservas de hotéis e assim por diante. Além disso, em caso de imprevistos, estabelecer formas e períodos de contato com essa pessoa também garante que ela poderá ser útil nessas ocasiões.

13 O que fazer durante o trajeto?

O que fazer durante o trajeto?

Feitas todas as recomendações acima, durante o trajeto você deve estar sempre atento às informações no aeroporto, nas conexões, dentre outros aspectos importantes.

Chegue com antecedência no aeroporto e esteja informado sobre os aeroportos por onde você vai passar, sobre as conexões que fará na ida e na volta.

Em caso de extravio da bagagem, você deverá entrar em contato com sua companhia aérea para resolver o problema. Por isso, esteja sempre com aquela peça de roupa coringa na mão, juntamente com seus pertences pessoais mais importantes, tais como documentos e celulares.

Confira também:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.