Confira dicas preciosas de como se comportar em uma entrevista de emprego

Etapa inicial do processo seletivo, a entrevista pode ser um diferencial na hora da contratação. Confira dicas para se sair bem e garantir uma vaga.

0

Depois de inúmeros currículos enviados, finalmente surge uma oportunidade e você é convocado para uma entrevista de emprego. A dúvida agora é: como devo me comportar?

É normal que ansiedade tome conta do candidato. Por isso, é importante estar sempre preparado e confiante. Isso inclui cuidados com a aparência, com a postura diante do entrevistador e principalmente com as informações transmitidas ao entrevistador, que são essenciais para ter um bom desempenho.

Neste artigo, selecionamos algumas dicas importantes para se sentir confiante e dar o seu melhor em uma entrevista de emprego. Veja como se portar e quais são as atitudes que os recrutadores esperam dos candidatos.

1. Prepare-se antecipadamente

Há casos em que o departamento responsável pela seleção liga agendando uma entrevista para o dia seguinte. Ainda assim, não se desespere. É fundamental, antes de tudo, que você conheça um pouco sobre a empresa em que está pleiteando uma vaga.

Durante a entrevista, é possível que surjam comentários a respeito da história da empresa, por exemplo, se o local for mais tradicional. Outra possibilidade, é que você seja questionado sobre o motivo de querer trabalhar naquele local.

A apresentação pessoal, mesmo que um item básico, também é importante e conta pontos. Tente se adequar ao estilo de vestimenta da empresa e esteja bem arrumado, mas sem exageros. Evite, principalmente, peças que dão a impressão de desleixo com sua imagem pessoal.

A entrevista será seu primeiro contato com a companhia, portanto, este é o momento ideal para transmitir um pouco da sua personalidade. A vestimenta tem o poder de passar uma imagem mais séria e comprometida, e também ao contrário.

2. Pontualidade

Pode facilmente estar inserida no tópico acima, muitas vezes ser pontual requer planejamento. Se você more longe, ou não conhece o local de entrevista, planeje antecipadamente sua rota. Tenha em mente quanto tempo vai levar para se deslocar até o local, e tente chegar com cerca de 20 minutos de antecedência.

Se tiver algum imprevisto durante o percurso, e perceber que chegará atrasado, tente avisar ao recrutador com o máximo de antecedência. Seja sempre verdadeiro e lembre-se que estará sendo avaliado constantemente.

3. Mas e durante a entrevista?

Também é uma questão básica, mas não custa lembrar. Seja sempre educado. Desde o momento em que entrar na empresa, até sua saída. É possível que antes do entrevistador você passe por recepcionistas e outros funcionários. Mostre cordialidade com todo mundo que se dirigir a você.

Este é o momento em que você vai mostrar que está preparado e tem as competências necessárias para assumir a vaga. Mesmo que seja um momento de ansiedade, tente buscar o equilíbrio.

Sempre olhe nos olhos de quem está falando com você e sente-se corretamente na cadeira. Tente não olhar no relógio a cada minuto, mexer muito com os dedos e ficar balançando a perna ou batendo os pés. Essas atitudes demonstram ansiedade exagerada.

4. Comportamento

Mostre-se feliz e entusiasmado por estar ali, mas sem exageros. Do mesmo modo, evite assumir uma postura apática, que pode dar a impressão de desinteresse. Evite transparecer nervosismo, e se for questionado sobre isso, não estenda o assunto e tente se recompor o mais rápido possível. Esta é uma habilidade que também estará em observação.

Deixe o entrevistador ir conduzindo a entrevista, mas seja dinâmico. Mostre interesse no que ele está falando, e se tiver perguntas pertinentes, pode fazê-las sem problemas. Mas evite temas como o salário e possíveis benefícios. Deixe que, ele tome a iniciativa em relação ao assunto.

5. Experiências profissionais

Ao falar de suas experiências profissionais, tente sempre demonstrar com exemplos e situações práticas. Fale sobre projetos em que se engajou e os resultados que eles tiveram dentro da empresa. Mas lembre-se sempre de nunca falar mal das organizações que trabalhou. Seu interlocutor pode não enxergar isso com bons olhos, imaginando que você fará o mesmo, caso seja contratado.

Jamais minta ao entrevistador. Lembre-se que mais cedo ou mais tarde ele descobrirá a verdade. Muitos departamentos de seleção e gestores de Recursos Humanos (RH) ficam atentos às redes sociais dos candidatos, e podem investigá-las antes mesmo da entrevistas.

6. Redes Sociais

Se a organização adotar essa prática, no momento em que chegar para a entrevista, é possível que o entrevistador já tenha verificado alguns pontos da sua vida na internet. O mais comum é a investigação sobre quais assuntos você fala, a frequência com que fica online, como se relaciona com outras pessoas, entre outras coisas.

Além disso, em caso de idiomas ou softwares, por exemplo, existe a possibilidade de ser testado na hora, deixando-o numa situação desconfortável. Se o recrutador fizer alguma pergunta que você não saiba a resposta, o melhor é ser sincero.

Em relação ao celular, mantenha-o sempre desligado durante entrevistas. Em situações específicas ou emergências, onde você precise deixar o telefone ligado, avise com antecedência e explique o motivo.

7. O que fazer depois da entrevista?

Despeça-se educadamente. Mais uma vez: você estará sendo avaliado desde o momento em que entra, até quando sair do local. Antes de ir embora, informe-se sobre como os resultados serão comunicados e se o processo seletivo é composto por outras etapas.

Se tiver o email do recrutador, pode soar de bom tom mandar um email agradecendo a oportunidade e colocando-se à disposição para esclarecer dúvidas que eventualmente possam surgir. Procure ser leve e simpático, sem ser bajulador.

No período pós-entrevista é mais do que normal que a ansiedade tome conta do candidato. Mas o importante é ficar tranquilo e esperar. Algumas vezes os processos seletivos são longos e levam algum tempo para serem executados.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.