Veja como se inscrever para receber o Auxílio Brasil

Programa voltará a receber novos beneficiários.

O Auxílio Brasil é um dos benefícios mais importantes para cidadãos em situação de vulnerabilidade. Através dele, mais de 18 milhões de brasileiros utilizam o pagamento para complementar suas rendas.

Segundo o Governo Federal, o programa pode receber ainda mais beneficiários, mas estes precisam realizar uma inscrição para receber o auxílio. Veja abaixo como realizar o processo.

Leia mais: A fila do Auxílio Brasil já conta com mais de um milhão de famílias

Quem tem direito ao Auxílio Brasil?

Basicamente, para receber o benefício, o cidadão deverá viver em condição de extrema pobreza, com renda de R$ 105,00 por pessoa no núcleo familiar. Além disso, pessoas que vivem em condição de pobreza também possuem direito, mas devem ter renda familiar entre R$ 105,00 e R$ 210,00 por pessoa e contar com ao menos um menor de idade ou gestante na família.

Quais são os benefícios do Auxílio Brasil?

Os pagamentos são direcionados a diferentes modalidades. Dessa forma, com cada uma possuindo um objetivo específico, elas podem servir para apoiar a vida acadêmica do estudante, inclusão no mercado de trabalho e até pesquisa científica:

  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: Direcionado a jovens de 18 a 21 anos incompletos, com pagamentos de R$ 65,00;
  • Benefício Primeira Infância: Destinado a famílias com crianças de até 3 anos de idade, com pagamentos de R$ 130,00;
  • Auxílio Esporte Escolar: Estudantes de 12 a 17 anos incompletos que se destacam em competições esportivas nas escolas recebem uma parcela única de R$ 1 mil ou R$ 100 mensalmente;
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior: Benefício destinado a estudantes com bom desempenho nas competições acadêmicas. De forma semelhante a bolsa esporte escolar, os alunos podem receber uma parcela única de R$ 1 mil ou 12 parcelas de R$ 100 por mês.

Como se inscrever no Auxílio Brasil?

O processo de inscrição é bem simples e deve ser feito através do Centro de Assistência Social de cada município. Lá, o cidadão responsável pela família deverá apresentar o CPF ou Título de Eleitor, enquanto os outros membros do núcleo familiar poderão levar um dos seguintes documentos: carteira de identidade, certidão de casamento, certidão de nascimento, carteira de trabalho ou Título de Eleitor.

Por fim, será feita uma avaliação bem detalhada de todos os dados declarados, comparando-os com outras bases de informações. Caso seja aprovado, mas seja encontrada alguma irregularidade, seu benefício pode ser bloqueado.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More