Conheça o Guia Medieval, plataforma de estudos sobre Idade Média

Desenvolvido pela USP, projeto tem o objetivo de ajudar estudantes de pesquisas científicas e pós-doutorandos.

Desenvolvido pela USP, projeto tem o objetivo de ajudar estudantes de pesquisas científicas e pós-doutorandos.


O Guia Medieval está com uma nova versão, feita pela Universidade de São Paulo (USP), em parceria com o Laboratório de Estudos Medievais (LEME) e financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). 

O projeto tem uma estrutura visual mais dinâmica e objetiva ser uma fonte de estudos científicos. Como o nome explicita, o material corresponde ao período histórico da Idade Média, do século 5 ao 15.

Em entrevista para o Guia do Estudante, Thiago Ribeiro, pesquisador de pós-doutorado, explica o significado do projeto. “Você começa a pesquisa com uma pergunta. Ao fazer isso, você pode ir pesquisando pela linha do tempo, pelo mapa, pelas categorias e fazer outras perguntas que talvez você não tivesse nem sequer imaginado antes”.

O Guia Medieval é como outras plataformas de pesquisa, você procura um tema e encontra outros relacionados com sua busca. Além disso, a forma de ver informações pelo mapa facilita o trabalho, já que existe o mecanismo de referência geográfica. 

Também podem ser encontradas categorias gerais na busca, como: economia, filosofia, cultura e política. Quem procura a plataforma normalmente está fazendo uma pesquisa científica ou é pós-doutorando. 

“A gente quer catalogar toda a produção de conhecimento científico produzido não apenas no Brasil, mas em toda a América Latina. E não estamos nos restringindo a elementos escritos. Livros e artigos, claro, são os maiores em número porque são os que são mais divulgados, mas queremos incluir os outros formatos de mídia”, afirma Ribeiro. 

Informações de qualidade

Com a era das fake news, o Guia Medieval tem o papel fundamental em levar informações apuradas e filtradas aos estudantes. “Batemos muito na tecla que os conteúdos científicos indexados no Guia são todos provenientes de universidades. Isso gera uma confiabilidade na informação”, conclui Ribeiro. 

Leia ainda: EaD: Senac oferta cursos gratuitos em diversas áreas; Há opções com certificado

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More