Nove discursos de formatura para se inspirar

Conheça grandes discursos para se orientar na hora de escrever o texto lido durante um dos momentos mais esperados da colação de grau.

0

Depois de muitos anos em uma universidade, finalmente chega a tão sonhada hora da formatura. Muitos estudantes esperam ansiosos por este acontecimento, que é cheio de memórias, e por que não, grandes lições.

No Brasil, os textos são repletos de memórias da turma, porque geralmente o orador escolhido é um dos formandos. Entretanto, nos Estados Unidos, é comum que grandes personalidades façam os discursos das maiores universidades, como Harvard, Columbia e Stanford.

Essas pessoas, geralmente bem sucedidas, já passaram por altos e baixos, por isso, tem muito o que ensinar aos novos profissionais. Os discursos norte americanos são cheios de motivação e inspiração sobre tirar de situações ruins, oportunidades de crescimento.

Se você está prestes a se formar, foi escolhido como o orador da turma, ou só tem curiosidade mesmo, o Escola Educação listou nove discursos, incluindo dois brasileiros, para se inspirar. Confira:

Meryl Streep – Bernard College, Columbia University

Meryl Streep começa o discurso para a turma de 2010 da Bernard College em tom de brincadeira, mas no desenrolar de sua fala dá uma grande lição.

A frase mais marcante é de Streep, que já foi indicada ao Oscar mais de 20 vezes, e venceu três, foi a seguinte: “eu posso afirmar que os prêmios têm pouca relevância para minha felicidade pessoal. Meu senso de bem estar e propósito no mundo vem de estudar o sentimento do mundo, a empatia com o meu trabalho”.

Sheryl Sandberg – Harvard

Estudante egressa de Harvard, a COO (diretora de operações) do Facebook, volta à instituição em 2012 para fazer um discurso de formatura. Sandberg construiu uma carreira digna de muito orgulho, por isso, falou com os graduandos um pouco sobre sua trajetória.

Ela ainda deu dicas preciosas, a respeito da importância de soluções criativas e de como vender o seu trabalho na hora de uma entrevista de emprego. Ela ainda ressaltou que as empresas possuem cada vez menos estruturas hierárquicas, fazendo com que todos cresçam juntos.

Octavia Spencer – Kent State University’s

Vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante de 2012 pelo belíssimo filme Histórias Cruzadas, Octavia Spencer em seu discurso na Kent University falou da importância de fazer as coisas em seu próprio tempo, evitando comparações com outras pessoas.

Durante o discurso ela fala, inclusive, que “comparar-se aos sucessos dos outros faz com que você demore mais para encontrar os seus”. Ou seja, nunca é tarde demais para chegar onde você quer chegar.

Steve Jobs – Stanford

Quando o assunto são os discursos de formatura, talvez este seja um dos mais memoráveis de todos os tempos. Co-fundador, presidente e diretor executivo da Apple, que atualmente é a marca mais valiosa do mundo, Steve Jobs deu uma série de lições durante sua fala.

Aos formandos de 2005 da Stanford University, ele ressaltou a importância de seguir a própria intuição, e que muitas vezes, acontecimentos ruins são capazes de nos impulsionar a saltos maiores no futuro. Vale a pena se inspirar nas dicas de uma das mentes mais brilhantes dos últimos tempos!

Mark Zuckerberg – Harvard

Ex aluno da instituição, o criador do Facebook, Mark Zuckerberg não chegou a concluir os estudos em Harvard. Apesar disso, ele não só foi convidado para fazer o discurso de uma turma de 2017, como recebeu um doutorado honorário de uma das universidades mais reconhecidas do mundo.

Em seu discurso ele conta que na época em que criou o Facebook, na intenção de integrar os estudantes de Harvard, jamais imaginou que integraria o mundo. Ele usou a história para motivar os formandos a realizar importantes mudanças mundiais.

Jim Carrey – Maharishi University of Management

Convidado para discursar para a turma de formandos em Administração de 2014, Jim Carrey, com seu jeito, e humor, característicos começa o discurso, que dura cerca de 30 minutos, fazendo muitas piadas. Durante sua fala ele ressalta que o ego pode interferir de forma negativa na carreira das pessoas: “o ego é tão traiçoeiro que ele nos tenta com a promessa de algo que já temos”.

JK Rowling – Harvard

Umas das mais famosas e prestigiadas escritoras da contemporaneidade, JK Rowling é inspiração para uma geração. Em 2008 ela, que teve que fazer muitas tentativas até finalmente conseguir publicar a história de Harry Potter, fez um discurso para uma turma de formandos de Harvard.

Ela falou sobre as lições que podem ser aprendidas com o fracasso. “Você nunca conhecerá você verdadeiramente, a força dos seus relacionamentos, até ambos serem testados pela adversidade” disse Rowling que, se considerava no fundo do poço ao começar a escrever uma das histórias mais famosas do mundo.

Discursos de formaturas brasileiras

Mas não é somente as personalidades norte americanas que fazem exímios discursos de formatura. Abaixo, temos dois exemplos de duas importantes universidades brasileiras. Um mais antigo, feito por um convidado ilustre e outro contemporâneo, feito por uma aluna da instituição.

Michele Alves – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

Bravo, certeiro e cortante. Assim pode ser definido o discurso de Michele Alves, que estava se formando em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), uma das instituições de ensino mais tradicionais do estado.

Durante o curso, ela foi bolsista e por isso, ao discursar em nome desses estudantes, ela fez questão de lembrar a realidade dos colegas que viveram, e vivem, a mesma situação que a sua.

Ela homenageia os familiares, muitas vezes com profissões não reconhecidas pela sociedade, e que lutaram para manter seus filhos na universidade. O discurso de Michele, apesar de retratar a dura realidade dos bolsistas é um brado de encorajamento, para que as pessoas, mesmo com muitas dificuldades, não desistam de seus sonhos e tenham orgulho de suas origens.

Rubem Alves – Unicamp

O próprio nome do discurso já é inspirador: “E por falar em sonho” foi feito na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em 1990. Com uma fala leve, mas com diversas provocações e questionamentos a respeito da incerteza do futuro, este se tornou um dos discursos de formatura mais memoráveis do Brasil.

O escritor chega a dizer que “todas as coisas bonitas da vida começam com fantasia”, a respeito da importância dos sonhos e que “as pessoas que só têm saber e não têm bondade só contribuirão com um mundo mais feio.” Certamente uma bela reflexão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.