Doenças Causadas Por Fungos

Descubra quais são as principais doenças causadas por fungos, como são transmitidas, os sintomas que causam e as melhores formas para evitá-las.

PUBLICIDADE

As doenças causadas por fungos, popularmente, são conhecidas por micoses. Principalmente aquelas que atacam locais visíveis, como cabelos, unhas e a pele, de modo geral.

Entretanto, essas doenças vão muito além, e podem se tornar fatais, caso cheguem à corrente sanguínea e órgãos vitais. Idosos, crianças e pessoas com a imunidade baixa são aquelas que mais sofrem com essas patologias.

Apesar disso, na maioria das vezes os tratamentos são muitos simples e se as recomendações médicas foram seguidas à risca, os sintomas desaparecem dentro de alguns dias. Conheça algumas das principais doenças causadas por fungos.

Transmissão

PUBLICIDADE

A contaminação por fungos pode acontecer em diversos locais. Entretanto, há alguns que possuem maior incidência. Locais públicos, que ficam constantemente úmidos, como banheiros, chuveiros, saunas e áreas de piscina estão entre os que registram o maior número de contágio de doenças transmitidas por fungos.

Além disso, boa parte dos fungos ficam presentes no ar e são dissipados pelas pessoas que já estão contaminadas e os lançam ao ambiente pela própria fala, tosse ou espirros.

Gestos simples, que parecem inofensivos, podem fazer com que os indivíduos sejam contaminados por doenças fúngicas. Andar descalço, compartilhar materiais de manicure e pedicure, permanecer muito tempo com roupas molhadas e o contato direto com pessoas doentes são algumas das formas de transmissão mais comuns.

PUBLICIDADE

1. Peniciliose

O fungo responsável por causar a peniciliose é o Penicillium Marneffei. É uma infecção fúngica sistémica grave, justamente por conta do alto potencial de atingir órgãos vitais, como pulmões, rins e fígado. A doença é especialmente perigosa para indivíduos com a imunidade comprometida e portadores do vírus HIV. O sudeste asiático é a área de maior incidência e o tratamento é feito com medicamentos antifúngicos.

2. Candidíase

PUBLICIDADE

É uma doença comum no Brasil, tanto em indivíduos do sexo feminino, quanto do sexo masculino. Por ser habitual as pessoas têm o hábito de negligenciar o tratamento, tornando-a ainda mais recorrente. A candidíase é causada por todos os fungos da família Candida e afeta os órgãos sexuais, pele, boca e esôfago. Embora o tratamento seja simples, se incompleto, o fungo pode cair na corrente sanguínea e se espalhar pelos órgãos vitais, fazendo com que a doença seja fatal.

3. Onicomicose

Onicomicose é o nome da doença em que os fungos atacam as unhas das mãos e dos pés, deixando-as quebradiças, frágeis, sem brilho, espessas, amareladas e descoladas da pele. Ela é causada por fungos presentes em alguns ambientes propícios ao seu desenvolvimento, tais como banheiros, piscinas públicas e vestiários. Esses organismos entram em contato com a unha, instalando-se na parte debaixo dela.

4. Histoplasmose

PUBLICIDADE

Tem um alto poder de ataque em relação aos pulmões dos indivíduos infectados. O causador da doença é o fungo Histoplasma capsulatum, presentes principalmente nas fezes de morcegos e alguns pássaros. A histoplasmose é contraída a partir da inalação dos esporos do fungo presentes no ar. A forma mais grave da doença pode ocasionar meningite e problemas no coração, além disso, ocorre principalmente em pacientes com câncer, HIV ou idosos.

5. Meningite Fúngica

A meningite fúngica é uma doença que consiste na inflamação das meninges, que são as membranas que protegem a medula espinhal e o cérebro. É causada por fungos do gênero Cryptococcus. O contágio acontece via aérea, por meio de pequenas partículas infectadas presentes no ar. Apresenta risco de morte e é ainda mais perigosa para pessoas que possuem o vírus do HIV.

6. Frieira

É um dos tipos de dermatofitoses, e além de frieira, a doença também é popularmente conhecida pelo nome de pé de atleta, justamente pelo local onde aparecem os sintomas, entre os dedos dos pés. A infestação dos fungos Trichophyton acontece principalmente ao caminhar frequentemente em locais úmidos, a exemplo de saunas, banheiros, piscinas e chuveiros públicos. Há muita coceira na região afetada, ardor local, descamação da pele, entre outros sintomas.

7. Esporotricose

É uma doença que atinge principalmente trabalhadores rurais e jardineiros. Isso porque os fungos da família Sporothrix spp., causadores da esporotricose, estão presentes no solo, folhas, plantas e madeira. Outra forma de transmissão é por meio do arranhado de gatos contaminados. A doença pode ultrapassar a pele, atingindo a região subcutâneas e gânglios. Há surgimento de um caroço indolor, avermelhado e de crescimento gradual. Porém, se cair na corrente sanguínea, pode se espalhar por diversos órgãos.

8. Pano Branco

Provocada pelo fungo Malassezia furfur, a doença que é popularmente conhecida por pano branco recebe o nome científico de pitiríase versicolor. Os principais locais de contágio são as praias e piscinas públicas. Ela é caracterizada por deixar manchas brancas na pele, já que o fungo inibe a produção de melanina quando exposto ao sol. As áreas mais afetadas são braços, pescoço, face e abdome. O tratamento é feito com cremes e loções à base de medicamentos antifúngicos.

9. Pneumocistose

A doença é transmitida por meio da saliva de indivíduos infectados. As partículas contaminadas podem ser lançadas ao ar por meio de gestos simples, como a fala, tosse e espirros. Geralmente instalam-se em pessoas com a imunidade baixa, causando falta de ar, dor torácica, febre, tosse seca, entre outros sintomas. Os fungos que causam a pneumocistose são os Pneumocystis carinii.

10. Aspergilose

É causada pelos fungos do gênero Aspergillus e afeta principalmente os pulmões, por isso, ela também é chamada de aspergilose pulmonar. Pode causar, ainda, alergias e atingir outros órgãos do sistema respiratório, causando otite e sinusite. Os fungos ficam presentes em diversos tipos de ambientes, inclusive dentro de casa, nas regiões mais úmidas, como banheiros e cantos da parede. A principal característica é a formação de bolas fúngicas ou aspergilomas, que causam dor, febre, tosse e formação de catarro.

11. Dermatofitose

Essa doença é conhecida pelo nome popular de tinha. Pode ocorrer no corpo, pés, virilha, couro cabeludo e unhas. Uma das formas de transmissão é feita de uma pessoa para outra, por meio de contato. Os fungos que causam dermatofitose são dos gêneros Trichophyton, Mycrosporon ou Epidermophyton. A principal característica da doença é a presença de lesões descamativas, avermelhadas e com muita coceira.

12. Sinusite Fúngica

A principal característica da sinusite fúngica é o alojamento dos fungos na cavidade nasal e a consequente formação de uma massa fúngica. Essa massa, por sua vez, é responsável por causar lesões graves na mucosa nasal, além de inflamações graves. É mais frequente em áreas de clima quente e úmido. Pode ser causadas por leveduras ou hifas e alguns dos sintomas mais comuns são a calcificação dos seios da face, dor facial, secreção purulenta, obstrução nasal e dor de cabeça.

13. Paracoccidioidomicose

Essa doença de nome complicado também é conhecida por blastomicose sulamericana e geralmente afeta moradores de áreas rurais. Seus causadores são os fungos das famílias Paracoccidioides, presentes especialmente em solos e plantas. A transmissão ocorre via aérea, mais precisamente pela inalação do fungo. A paracoccidioidomicose se instala nos pulmões e corrente sanguínea, provocando sintomas como febre, falta de ar, ferimentos na pele, ínguas, entre outros.

Prevenção de doenças causadas por fungos

Conhecidas todas as doenças causadas por fungos e os riscos que elas oferecem à nossa saúde, é importante saber também como se proteger delas. Para evitar a contaminação é importante andar sempre de chinelos em locais públicos e evitar o compartilhamento de toalhas e roupas de banho.

Outras dica valiosa, e que no dia a dia pode passar batida, é sempre secar-se bem após o banho, principalmente entre os dedos. Em relação às roupas íntimas, prefira sempre as de algodão, que deixam a pele respirar, e nunca permaneça muito tempo com roupas molhadas.

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More