Hábitos dos brasileiros que chamam a atenção de estrangeiros

Temos uma vaga noção do que outras culturas pensam de nós, mas poucas pessoas sabem exatamente o que fazer e o que não fazer perto de um estrangeiro.

0

A cultura brasileira é primeiramente uma amálgama das culturas dos povos nativos com a dos imigrantes que formaram o país. Em 196 anos de Brasil independente houve também a criação de heróis através de narrativas nacionalistas, a formação de um brasileiro típico e de uma “forma de ser brasileiro”.

Todos esses fatores se manifestam hoje na cultura dos brasileiros. Entretanto, essa só é notável quando comparada à de outros povos. Por isso listamos algumas hábitos que impactam positivamente, negativamente e alguns simplesmente diferentes aos olhos dos estrangeiros. Não estão incluídos nessa lista insultos involuntários, como mostrar a sola dos pés a um árabe.

Costumes que impressionam estrangeiros positivamente:

Proximidade

Chamamos a todos pelo primeiro nome, não importa se trata-se de alguém mais novo ou de uma pessoa em um cargo superior, como o presidente. Muitos brasileiros oferecem até mesmo sua própria comida de forma natural. Esses são hábitos que tomamos por garantido, mas que outras culturas enxergam como hospitalidade e amabilidade.

Limpeza

Muitos de nós levamos uma bolsa para o trabalho com escova e pasta de dentes; por herança dos índios tomamos mais de um banho por dia; evitamos pegar na comida com as mãos. Segurar o alimento com um guardanapo e comer pizza com garfo e faca pode parecer frescura para algumas culturas, mas certamente evita a propagação de doenças.

Férias de trinta dias, feriados e feriadões

O contraste mais célebre é com os americanos, sem garantia legal a férias remuneradas e muito poucos feriados comparado aos nossos onze feriados nacionais. Emendar com o final de semana quando a folga cai na quinta ou terça é impensável.

Festas tradicionais

Mesmo quem não é caipira ou católico vai à festas juninas. O carnaval se tornou uma atração internacional. Além desses, há um esforço popular para se preservar tradições regionais, como o Festival Folclórico de Parintins, a Procissão do Fogaréu, a Festa da Uva, e inúmeras outras.

Costumes que impressionam estrangeiros negativamente:

Proximidade

Às vezes os brasileiros encontram um povo menos caloroso que pode interpretar nossa proximidade como invasão. Alguns brasileiros conversam tocando os interlocutores, abraçam e beijam pessoas desconhecidas como cumprimento, passam a mão na cabeça de crianças que nunca viram antes, oferecem comida e não aceitam um não como resposta.

Barulho

Em 8 de agosto de 2016 o correspondente Andrew Keh, do New York Times, publicou sobre as Olimpíadas no Rio uma matéria intitulada “E a multidão do Rio enlouquece! Por qualquer coisa!”. Nela, o jornalista reportou como ficou impressionado com o barulho nos estádios, mesmo entre torcedores de esportes que exigem concentração, e como eram comuns as vaias quando atletas adversários entravam em campo – um sinal de desrespeito em qualquer outro lugar.

Lixo no banheiro

Em países com melhor saneamento pode-se confiar em jogar o papel higiênico usado na privada sem medo de que ela possa entupir.

Costumes que estrangeiros acham estranhos:

  • O almoço por aqui é a refeição mais importante do dia.
  • Brasileiros não saem da casa dos outros sozinhos, esperam que o anfitrião leve-os até a porta. O contrário é sinal de que houve uma desavença.
  • Casais sentam-se ao lado um do outro em restaurantes, como se estivessem em um carro.
  • Abacate com açúcar.
  • Casais se beijando em público.
  • Morar com os pais até o casamento.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.