Ilusão de ótica: Você é capaz de ver o buraco negro em expansão?

A imagem de um buraco negro em expansão nada mais é do que uma ilusão de ótica que a maioria das pessoas enxerga.

Uma nova e única ilusão de ótica engana a grande maioria dos indivíduos, fazendo-os acreditar que uma região escura de “buraco negro” no meio de uma imagem imóvel está se expandindo rapidamente, como se o observador estivesse se movendo em direção a ela. Essa prática já é conhecida e estudada por cientistas há muito tempo, no entanto, a imagem de ilusão de ótica do buraco negro tem gerado bastante burburinho na internet. Saiba mais sobre o tema neste artigo.

Leia mais: Aumente a sua expectativa de vida com a alimentação correta

Ilusão de ótica: a visão dos pesquisadores sobre a imagem do buraco negro em expansão

Ilusão de ótica que engana a mente, Foto: https://nerdciencia.com.br/esta-nova-ilusao-de-otica-e-forte-o-suficiente-para-enganar-nossos-reflexos/
Foto: https://nerdciencia.com.br/esta-nova-ilusao-de-otica-e-forte-o-suficiente-para-enganar-nossos-reflexos/

Os pesquisadores agora acreditam que o visual engana o cérebro, fazendo-o acreditar que o espectador está entrando em um local mais escuro, como uma caverna ou túnel. Em um fundo branco repleto de bolinhas pretas menores, há uma enorme bola preta cercada por um halo escuro.

Assim, quando uma pessoa olha para a imagem por alguns segundos, a seção elíptica escura parece se estender para fora, e é por isso que o design é conhecido como “buraco em expansão”. Os cientistas descobriram que, em um estudo com 50 pessoas, 86% dos participantes que olharam para a ilusão de ótica viram a crescente escuridão.

Como funciona a ilusão de ótica da imagem?

A ilusão, de acordo com os pesquisadores, é baseada na forma como o cérebro capta as mudanças dos níveis de luz. Portanto, o buraco que se espalha é uma ilusão altamente dinâmica. Isso acontece porque, quando o cérebro detecta uma possível mudança na intensidade da luz, como entrar em um túnel, as pupilas se contraem ou dilatam para preparar o cérebro para a mudança na proporção da luz oferecida.

Sendo assim, o que fez essa imagem ter tanto sucesso é porque ela consegue enganar o cérebro, fazendo com que as pupilas das pessoas se dilatem, como se estivessem saindo de um local mais claro para um mais escuro. Dessa forma, os pesquisadores ainda descobriram que aqueles que conseguiram perceber de forma mais acentuada a expansão do “buraco escuro” tiveram maior dilatação do que aqueles que não sentiram esse efeito.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More