Tudo que você precisa saber sobre o Muriqui-do-norte

Saiba quais são as características e modo de vida de um dos primatas mais ameaçados do mundo.

0

O muriqui-do-norte (Brachyteles hypoxanthus) é o maior primata entre os chamados ‘Macacos do Novo Mundo’. Os muriquis têm membros longos e uma longa cauda preensil, permitindo que sejam particularmente ágeis ao se deslocar. A pelagem espessa é de cor castanho-acinzentada e os machos podem ter uma coloração mais amarela.

Endêmicos da região de Mata Atlântica no Brasil, esses animais podem ser encontrados nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia e Rio de Janeiro.

Características

Muriquis tem uma longa cauda preênsil, que é importante para se deslocarem e no processo de alimentação. Eles tem longos braços e pele espessa com uma coloração que varia de castanho claro a dourado. Podem pesar de 6,9 a 15 kg e o comprimento do corpo pode variar de 46,1 a 49,7 cm, com um comprimento de cauda de 72,6 a 81,0 cm. O tamanho da cauda normalmente excede o do corpo.

Habitat

Habitam florestas tropicais, semi-decíduas, tardias e preferem áreas com árvores grandes e alta densidade de plantas. Esse ambiente facilita o deslocamento do animal em viagens pelas árvores. A altura média da copa das árvores que esses primatas vivem é de 13,4 m. Seu habitat foi muito perturbado pela atividade humana, criando grandes lacunas e aumentando a frequência de viagens terrestres para se mover entre as áreas de floresta.

Reprodução

Os muriquis-do-norte tem um sistema de acasalamento em que ambos os sexos acasalam com múltiplos parceiros. Esses primatas tem uma sociedade igualitária, onde não há indivíduos dominantes ou subordinados. As fêmeas espalham feromônio através da urina enquanto viajam. O processo de reprodução é lento e os muriquis tem um filhote a cada três anos. Há um intervalo de dois anos em que a mãe cuida de sua prole antes de reiniciar o ciclo.

Dieta

Sua dieta inclui folhas, frutas, videiras, flores, casca, néctar e sementes. Eles também são conhecidos por comerem terra. Isso acontece para suplementar os nutrientes da dieta, pois o solo consumido tem altos níveis de vanádio, alumínio, cromo, ferro, níquel, titânio e zinco.

Comportamento

São primatas sociais e vivem em grupos de machos e fêmeas, que variam de 48 a 81 indivíduos. Os machos não demonstram comportamentos agressivos entre si e não competem fisicamente pelas fêmeas. Já no caso das fêmeas, elas passam a maior parte do tempo cuidando dos filhotes e com outras fêmeas adultas, quando elas não estão acasalando. Os muriquis comunicam-se usando vocalizações para longas e curtas distâncias.

Conservação

Os muriquis-do-norte são considerados criticamente ameaçados pela União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) e são um dos 25 primatas mais ameaçados do mundo. Existem aproximadamente 855 a 1000 muriquis em estado selvagem no Brasil.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.