O crescimento positivo de jovens negros no mercado de trabalho

A empresa Cia de Talentos realizou uma pesquisa para analisar dados sobre a vivência e a experiência de jovens negros estagiários no Brasil.

A diversidade racial é um dos assuntos mais abordados atualmente. Por esse motivo, a empresa Cia de Talentos realizou uma pesquisa, em parceria com o Google, a fim de analisar dados quantitativos e qualitativos sobre a vivência e a experiência de jovens negros estagiários no Brasil.

Leia também: Profissionais preferem pedir demissão a retornar ao trabalho presencial

A pesquisa é realizada em decorrência da grande presença de jovens negros em processos seletivos da empresa. Dessa forma, o levantamento busca entender se as outras instituições também estão aderindo à diversidade e inclusão, além de impulsioná-los ao mercado de trabalho.

O Instituto Ethos também divulgou uma pesquisa que apresentava 57% desses jovens negros no cargo de aprendizes, e outros 28% como estagiários. Lembrando que esse dado é válido perante o aumento de programas destinados a jovens negros, o que facilita ainda mais.

O resultado da pesquisa realizada pela empresa Cia de Talentos e o Google indica que 49% dos estagiários negros não se sentem acolhidos em seu local de trabalho, enquanto outros 75% dizem não serem representado por um líder da mesma raça.

Além disso, o levantamento também mostra que 20% não se sentem preparados para buscar uma vaga de estágio ou aprendiz, e outros 32% acreditam não estar sendo bem orientados em suas Universidades quanto à busca pelo mercado de trabalho. Ainda, 42% afirmam ficar preocupados na contratação de empresas por serem de outra raça.

Diante dessas informações, é importante constatar que somente a contratação de jovens negros no mercado de trabalho não é o suficiente para existir um ambiente inclusivo e diverso. Visto que, para que isso ocorra, é preciso respeitar primeiramente as especificidades de cada candidato, oferecendo grandes oportunidades para crescer dentro do programa de estágio para que o ambiente se torne mais acolhedor e igualitário.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More