O segredo da educação da Finlândia: Ensino se destaca pela qualidade e inclusão

A Finlândia tem uma das notas mais altas em educação no mundo, segundo o índice de Educação da ONU, o que atrai muitos pesquisadores que buscam entender esse sucesso.

Será que é possível ter um ensino básico e universitário público, integral e de qualidade? Pois saiba que sim, sendo essa a realidade da educação na Finlândia, um país europeu que se destaca pela qualidade de ensino. Dessa forma, o país virou alvo de constantes estudos comparativos que visam compreender a completude desse sistema.

Leia Mais: Novo projeto é aprovado para ser aplicado nas escolas: Educação Financeira.

Afinal de contas, não é em qualquer lugar que encontramos escolas sem mensalidade, com refeições diárias e em tempo integral, se destacando nos rankings mundiais. Além disso, desde o início do século 21, a Finlândia tem se tornado referência em leitura e ensino de tecnologia e ciências. Desse modo, muitos países começaram a imitar os seus programas e métodos pedagógicos e didáticos.

Entenda como funciona o sistema educacional da Finlândia

A Finlândia possui um sistema de educação muito bem estruturado para cada fase da vida dos cidadãos do país. Assim, o ensino começa pelos programas de creche, que recebe bebês de até um ano, e termina no ensino universitário e técnico.

Com isso, as etapas pré-escolar, o ensino básico obrigatório, o ensino geral secundário e profissionalizante e o ensino superior, são todas bem equipadas. Por exemplo, um dos maiores incentivos educacionais é justamente a formação profissionalizante que os alunos recebem já durante o ensino geral secundário.

Essa etapa seria o equivalente ao ensino médio do Brasil. Entretanto, a Finlândia vem investindo em fazer uma ponte entre a escola e o mercado. Assim, não só a área acadêmica do país cresce, mas também a economia e o bem-estar social como um todo.

O segredo é investimento

Pode parecer óbvio falar em investimento, já que constantemente os movimentos educacionais estão reivindicando verbas para a área aqui no Brasil. Todavia, ainda assim é importante destacar que o grande segredo é de fato um investimento robusto e completo para todas as etapas da educação. Logo, vemos que a Finlândia entendeu que gastar em educação não é despesa, mas sim uma aplicação. É por esse motivo que o país vem colhendo bons frutos ao especializar boa parte dos seus habitantes por meio do ensino.

Por fim, precisamos também destacar as iniciativas de ampliar a rede escolar, com o maior número de escolas equipadas possível. Além de toda a estrutura auxiliar, como transporte, alimentação, aulas de reforço escolar e programas de bolsas.

Por isso que a Finlândia se tornou essa referência, sendo essas iniciativas muito inspiradoras, certo? Então envie essa matéria para os amigos e fortaleça o debate sobre a importância de se investir e pensar em educação!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More