Os perigos escondidos da escova de dente: ela pode estar mais suja do que se imagina

Seu armazenamento errôneo pode ocasionar em uma série de problemas. Veja mais!

Sendo um item muito utilizado no nosso dia a dia, a escova de dente é uma grande aliada da saúde bucal. No entanto, se armazenada de maneira inadequada, pode acabar escondendo diversos perigos invisíveis. Sendo assim, confira agora quais são os perigos da escova de dentes!

Leia mais: Aprenda como limpar manchas de sorvete da roupa

O banheiro, onde normalmente o utensílio é guardado, é um ambiente repleto de germes e bactérias. Uma vez que, é lá que fazemos nossas necessidades. Portanto, ter cuidado com a forma como armazenamos a escova dentária é muito importante para evitar a proliferação desses seres.

Os perigos invisíveis da escova de dente

Ao utilizamos uma escova nova pela primeira vez, algumas bactérias da flora bucal vão para as cerdas do utensílio. Que, por serem um ambiente úmido, se tornam o lugar ideal para a proliferação destes germes.

Caso a escova seja armazenada de maneira exposta, além dos germes e bactérias da boca e presentes no ar, tal ação também pode acarretar no aparecimento de fungos. Tanto nas cerdas, como em toda a extensão da sua base.

Ademais, alguns desses germes, bactérias e fungos podem ser vetores de doenças bucais, como é o caso da gengivite e da cárie. Além disso, problemas respiratórios e cardiopatias também podem estar ligados à má higienização da sua escova de dentes.

Assim, o utensílio acaba se tornando um disseminador de doenças. Uma vez que tais microorganismos da boca e do ambiente do banheiro podem ser transportados para o coração, pulmões e estômago através da corrente sanguínea.

Como higienizá-la e armazená-la de forma correta

Apesar de ser prático mantê-las perto da pia, profissionais da área recomendam que a escova de dente não fiquem no banheiro. Assim, o ideal é que seu armazenamento seja feito em um armário ou recipiente, longe do vaso sanitário.

Outra dica é adotar o uso de protetores de cerdas. Além disso, essas capas devem conter furinhos facilitando, assim, que as cerdas possam secar e não acumular umidade.

Ademais, para guardá-las, o recomendado é limpá-las antes. Assim, após cada escovação, enxágue as cerdas com água corrente e bata na pia para tirar o excesso. Também vale ressaltar que deve ser feito a troca a cada três meses.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More