Paralisia do sono: causas, sintomas e tratamento

Hoje em dia, os cientistas adquiriram uma melhor compreensão da paralisia do sono como um distúrbio neurológico. O problema surge do sono REM interrompido.

0

As pessoas podem acordar no meio da noite e não conseguir se mover ou emitir um som. Eles podem ver uma figura sombria pairando no canto. Sentir uma pressão no peito ou sentir uma mão ao redor da garganta.

Outras vezes, eles se sentem removidos de seus corpos congelados. Uma sensação de como se estivessem flutuando para fora de seus lençóis. Essas experiências bizarras são conhecidas como paralisia do sono, um distúrbio do sono diagnosticável e bastante comum.

História

Referências à paralisia do sono estão espalhadas ao longo da história. Folclore e mitos de todo o mundo descrevem a experiência aterrorizante realacionadas a doença.

De acordo com uma pesquisa de 2011, cerca de 7,6% da população mundial vivencia pelo menos um episódio de paralisia do sono durante a vida. As taxas mais altas observadas entre estudantes e pacientes psiquiátricos.

Também pode afetar aqueles com estresse pós-traumático ou transtorno do pânico. A paralisia do sono também é um sintoma comum da narcolepsia. Essa é uma condição caracterizada por sonolência excessiva.

A paralisia do sono na ausência de narcolepsia é conhecida como “paralisia do sono isolada”.

Alucinações

Hoje em dia, os cientistas adquiriram uma melhor compreensão da paralisia do sono como um distúrbio neurológico. O problema surge do sono REM interrompido. REM é uma abreviação para os movimentos oculares rápidos que ocorrem durante este estágio do ciclo do sono.

Durante um episódio de paralisia do sono, uma pessoa fica paralisada por segundos ou minutos. Enquanto congelados sob os lençóis, muitas pessoas também experimentam alucinações vívidas.

As pessoas que sofreram paralisia do sono geralmente descrevem sentir uma presença maligna. Um estudo publicado na revista Sleep Medicine relatou que dos 185 pacientes diagnosticados com paralisia do sono, cerca de 58% sentiram uma presença na sala com eles.

A paralisia do sono também pode fazer com que as pessoas sintam pressão no peito ou sintam que seu corpo está se movendo sem que elas o controlem, de acordo com a American Sleep Association.

Fatores de risco e tratamento

Uma miríade de fatores, incluindo o uso de substâncias, fatores genéticos, histórico de trauma, diagnóstico psiquiátrico e saúde física e qualidade do sono ruins, pode aumentar o risco de desenvolver paralisia do sono.

A frequência e gravidade dos episódios também tem sido associada a sintomas de ansiedade e privação de sono. Não há tratamento definido para a paralisia do sono.

Os médicos geralmente direcionam os pacientes diagnosticados para tratamentos que melhoram a qualidade de sono. Em casos mais extremos, os pacientes podem receber uma dose baixa de antidepressivos.

Esses medicamentos podem ajudar a mitigar os sintomas da paralisia do sono, suprimindo certos aspectos do sono REM.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.