Cientistas descobriram que poluição sonora pode causar danos ao coração; entenda

Especialistas recomendam que pessoas com doenças cardiovasculares evitem ruídos altos.

Apesar de ser de conhecimento popular o estresse que o som alto pode trazer, poucos desconhecem o dano que esses ruídos podem fazer ao coração. Segundo cientistas, pessoas mais sensíveis, como idosos, crianças e indivíduos com doenças cardiovasculares, podem sentir uma alteração bem elevada na frequência cardíaca quando são expostas à poluição sonora.

Leia mais: Veja as dicas da ciência para escolher o som de despertador perfeito

O que a ciência diz?

Basicamente, os estudos sobre o efeito da poluição sonora em nossas vidas são bem antigos. Inclusive, a correlação entre danos no coração e ruídos altos vêm sendo estudados há mais de 50 anos. Porém, até o começo do século XXI, não foram encontrados resultados tão promissores ou relevantes.

Entretanto, há cerca de 10 anos, os cientistas conseguiram identificar o impacto que o som alto pode ter nesse órgão. Quando a frequência é muito alta, isso pode estimular as regiões do cérebro responsáveis pelas emoções. Por esse motivo, nosso corpo começa a produzir hormônios que estimulam mais adrenalina e cortisol, o que pode acabar afetando bastante o coração.

A relação entre ataques cardíacos e ruídos altos

Além disso, foram encontrados dados atualizados sobre o número de pessoas internadas por conta da poluição sonora. Só em 2018, mais de 16 mil pessoas foram hospitalizadas por ataque cardíaco, onde descobriram que a taxa desse problema era 72% maior em regiões mais propensas a altos ruídos de transporte.

Dessa forma, com base nas taxas de ataque cardíacos em diferentes locais, os pesquisadores estimaram que a exposição ao ruído foi responsável por um em cada 20 ataques cardíacos. Sendo assim, essa condição passou a contar como um dos fatores de risco adicionais para doenças cardiovasculares.

Logo, o contato com a poluição sonora passou a fazer parte da lista de contraindicações dos cardiologistas, principalmente para os indivíduos mais vulneráveis, como aqueles que passaram por algum procedimento cirúrgico no coração. Inclusive, as recomendações também abrangem crianças, idosos e animais. Portanto, é importante tomar cuidado, especialmente em grandes centros humanos, onde estamos sempre cercados pelo som de carros, shows e outros.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More