Profissionais estão sendo disputados por empresas brasileiras e internacionais

O Home office tornou-se necessário e uma grande onda de contratações de brasileiros pelas firmas estrangeiras começou a acontecer.

Decorrente de uma pandemia, o home office foi algo em que todas as empresas necessitaram recorrer, e devido a isso, uma grande onda de contratações de brasileiros pelas firmas estrangeiras começou a acontecer.

Tornou-se muito viável trabalhar em uma empresa internacional dentro da sua própria casa e ainda receber o salário com a moeda da sede (diante destes fatores a Receita Federal já está de olho no fenômeno, a fim de analisar o domicílio fiscal).

Porém, como sinal de consequência, muitas ‘startups’ encontram-se com disponibilidade de vagas, onde os RHs trabalham muito mais para compensar a falta dos perfis adequados.

Isso tem ocorrido com Solfácil, Holu, 180º Seguros, CRM&Bônus, OTO CRM e Dolado. Apenas estas startups possuem mais de 200 vagas em inúmeras áreas.

Fundo previdenciário

Em um registro comandado pela gestora independente Valora Investimentos, foi encontrado um aumento em 200% só no último ano em captação de seus fundos previdenciários.

Para o CEO da empresa, Daniel Pegorini, uma grande quantidade do aporte recebido pela empresa nos últimos três meses foi somente nesta área. “Atualmente, estamos com mais de R$ 300 milhões sob gestão em nossos fundos previdenciários. Somente nesses primeiros meses de 2022 captamos mais de R$ 100 milhões”, conta o executivo.

Em uma visão geral, a Valora possui mais de R$ 6,5 bilhões sob gestão, e, além disso, possui uma estimativa de alcançar R$ 7 a 8 bilhões até o mês de dezembro.

Destaque

Foi anunciado recentemente pela empresa Mondelēz Internacional, que uma de suas funcionárias, chamada Renata Vieira, recebeu um cargo de destaque como diretora sênior global Brad Oreo.

Anteriormente, Renata atuava como diretora de ‘marketing’ de chocolates da empresa no período de três anos e agora poderá executar seu trabalho diretamente do Brasil. E a executiva já está com um desafio em suas mãos, liderar uma das marcas mais consumidas pelo público mundialmente.

Volpe day

Volpe Capital foi fundada por André Maciel, Gregory Reider e Milena Oliveira, com o intuito de ser uma empresa gestora de venture capital. Eles efetuarão a realização do seu primeiro encontro anual no dia 9 de maio.

O Volpe Day irá juntar nomes como Marcelo Claure, empreendedor, investidor e cofundador da 3G Capital, e o professor Sanjay Sarma, do MIT, para abordar qual a função da tecnologia nas modificações realizadas nos últimos anos e quais serão as perspectivas para investimentos na América Latina.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More