Conheça as motos elétricas que podem ser pilotadas sem habilitação

São 3 modelos que podem ser usados sem CNH.

O sonho de muita gente é tirar a primeira habilitação, especialmente quando falamos sobre os apaixonados por motos. Afinal, são veículos leves, que proporcionam mais praticidade e ainda podem economizar bastante com combustível. Porém, nem sempre a tão esperada CNH sai, o que pode deixar muitas pessoas frustradas. Felizmente, alguns modelos de motos elétricas podem ser pilotados mesmo sem habilitação. Veja abaixo quais são elas.

Leia mais: Nova medida é aprovada e zera IPVA de algumas motos; confira

Por que algumas motos elétricas não exigem habilitação para serem pilotadas?

Basicamente, como essas motos elétricas atingem uma velocidade máxima de 25 km/hora, não exigem Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Isso porque, segundo as leis de trânsito, aparelhos elétricos acima de 4 KW são considerados na mesma categoria dos ciclomotores. Logo, veículos como patinetes motorizados, monociclos, bicicletas elétricas e as próprias motos são vistas na mesma categoria.

Dessa forma, esses modelos se tornaram muito procurados, especialmente por quem busca um modelo barato e seguro, o que estimulou uma variedade maior dessas motocicletas no mercado. Ainda assim, é necessário pesquisar sobre a tolerância do órgão de fiscalização de cada cidade, visto que as regras do Detran podem variar bastante para cada região.

Caloi Mobylette Elétrica

Esse é um dos veículos mais procurados no mercado, especialmente pelo seu design mais “clássico” e que lembra bastante os anos 80. Com um motor de 350W, o modelo tem uma bateria bivolt de íon-lítio removível, contando com 36V e 10AH. Dessa forma, consegue proporcionar uma autonomia de 30 km por carga, atingindo uma média de 25 km/h.

Tailg Junior

A Tailg Junior chama bastante atenção por conta da sua aparência, pois lembra bastante uma mistura de moto com patinete. Além disso, é um dos modelos com mais autonomia no mercado, contando com uma bateria de lítio de 48V 10AH e tempo de recarga de 6 a 10 horas. Por conta disso, proporciona até 40 km de durabilidade entre cada recarga.

Zero Luna

A Zero Luna é bem levinha e prática, sendo até considerada uma bicicleta elétrica pelo CONTRAN, e não uma moto. Por possuir pedais normais, proporciona ainda mais autonomia que muitos modelos, além de um motor de 350W e uma bateria de chumbo-ácido de 48V 12AH. Assim, é possível rodar entre 30 e 40 km com ela entre cada recarga.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More