Razões que tornam alunos com notas medianas excelentes profissionais

0

Aparentemente, alunos que tiram notas boas e estão sempre em busca de um “10” são mais capazes de obter um bom emprego ou um salário mais atrativo. Porém, estabelecer um padrão é muito arriscado e pode contradizer a realidade do mercado de trabalho atual.

É claro que estudar e correr atrás de novos conhecimentos são requisitos básicos para se profissionalizar. Diversas empresas exigem um diploma do candidato quando o assunto é alcançar melhores posições de trabalho, mas acontece que ninguém vai olhar suas notas para avaliar o seu nível de competência.

A qualidade desses estudos, aliada com outras habilidades é que faz a diferença na hora da contratação. O que queremos dizer é que após a sua formação a única coisa que de fato irá pesar é o seu conhecimento e a sua capacidade de atuar dentro do sistema.

Então porque é que os alunos com notas medianas são vistos como menos capacitados do que os que tiram notas altas? Para comprovar que essa “teoria” não passa de um mito, vamos apresentar 7 razões que podem tornar alunos com notas mediatas excelentes profissionais.

Eles sabem o que querem

Manter o foco é uma das principais características de alunos com notas medianas, pois eles reconhecem antes mesmo dos seus colegas de classe o que gostam de fazer de verdade.  Essas preferências geralmente estão relacionadas à carreira que eles seguirão em um futuro próximo.

A verdade é que eles não gastam muita energia ou desperdiçam muito tempo fazendo coisas que pareçam desnecessárias, desinteressantes ou que talvez não vão contribuir para o seu trabalho.

Um aluno que pretende se tornar um médico, por exemplo, com certeza terá mais interesse pela disciplina de biologia do que português. Consequentemente, suas notas serão melhores na matéria que realmente gosta de estudar.

Como diria George Lucas, produtor cinematográfico, roteirista e cineasta norte-americano, “o seu foco determina sua realidade”, e o seu ponto de vista se confirma, pois realmente precisamos saber aonde queremos chegar para, enfim, obtermos êxito.

Eles reconhecem que a experiência é um diferencial

Sim, a teoria é fundamental e seria difícil aprofundar em uma profissão sem ela. Porém, aliada com a prática, os conhecimentos adquiridos em sala de aula podem ser muito mais produtivos.

Alunos que tiram notas medianas geralmente apresentam notas mais baixas porque se comprometem a trabalhar enquanto estudam. Eles ganham responsabilidade mais cedo que os seus colegas de classe.

Por mais que essas pessoas não sejam um exemplo em sala de aula e não tenham as melhores notas, elas ganham em outro quesito: na experiência.

Esse fator pode ser importantíssimo na hora de uma contratação, ou até mesmo decisivo, pois indicará que o candidato está mais preparado para lidar com os desafios presentes no mercado de trabalho.

Possuem redes de contatos

Você sabe o que é networking? Pois é, essa palavrinha pode ser pouco falada em sala de aula, mas no mercado de trabalho ela é muito comum.

Networking se refere a uma rede de contatos, em que pessoas ou grupos com interesses em comum partilham serviços e informações. Essa palavra está diretamente relacionada com o contexto empresarial e é uma atitude que possibilita subir na carreira.

Viu o quanto ela é importante? E são os alunos com notas medianas que possuem mais habilidades para construir essa rede, principalmente por serem mais comunicativos e ligados nas oportunidades.

Essa atitude permite que conheçam diversas pessoas relacionadas ao seu campo profissional de interesse e que podem fazer uma grande diferença na construção de sua carreira profissional.

Eles sabem curtir a vida

Se dedicar aos estudos e trabalho é muito importante, mas reservar alguns momentos para fazer o que gosta é fundamental. De uma forma geral, alunos com notas medianas sabem aproveitar a vida e não utilizam os finais de semana para estudar ou fazer coisas que possam gerar o cansaço mental.

Ficar com a família e amigos é considerado uma prioridade em suas rotinas. Por essa razão, essas pessoas são mais alegres e positivas, aspectos fundamentais para desenvolver uma boa carreira profissional.

Pessoas estressantes e negativas dificilmente serão vistas ocupando cargos de liderança, pois possuem dificuldades de motivar uma equipe, por mais que elas sejam inteligentes ou super estudiosos.

Eles buscam encontrar soluções simples

Olhar sempre o lado complexo das coisas é sinal de que recursos importantes, como tempo e dinheiro, podem ser desperdiçados. Pessoas com notas medianas são mais práticas e não medem esforços para se dedicarem de maneira direcionada.

Bill Gates, fundador da Microsoft, disse o seguinte: “Eu sempre escolho uma pessoa preguiçosa para fazer um trabalho duro. Porque ele vai encontrar uma maneira fácil de fazê-lo”.

Isso não quer dizer que alunos nota “C” sejam preguiçosos, e sim de que eles perdem menos tempo se cobrando ou sendo perfeccionistas demais.

Eles não têm medo de se arriscar

Fazer o que ama muitas vezes é o segredo para alcançar o sucesso profissional. Não adiante investir em uma carreira só porque dizem que ela lhe renderá cargos altos ou muito dinheiro.

Antes disso, é preciso se certificar se realmente gosta da profissão e se ela lhe trará realização. Geralmente, são alunos com notas medianas que procuram identificar esses pontos e seguir os seus sonhos, sem medo de se arriscar. Por essa razão, são mais dedicados e buscam resultados melhores.

Eles procuram se superar nas dificuldades

Muitas pessoas acham que tirar notas mais baixas é sinal de que o aluno é desinteressado ou que não se dedica o suficiente. Na verdade, alunos medianos possuem dificuldades de entender certas disciplinas ou conteúdos ministrados e, por essa razão, procuram detectar suas falhas e superá-las.

Esse tipo de situação, de certa forma, pode tornar a pessoa mais preparada para lidar com diversos tipos de problemas, o que pode ser muito útil na vida profissional.

No mercado de trabalho, a inteligência emocional, a perseverança e a capacidade de lutar por resultados melhores são requisitos importantes para obter sucesso, e essas habilidades não tem nada a ver com notas ou números.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.