Teoria do Equilíbrio do Poder – O que é, Definição e Características

A teoria do equilíbrio do poder afirma que o mundo está em equilíbrio quando é a distribuição de poder é igual.

0

Quando um país é significativamente mais forte do que seus vizinhos, eles provavelmente não permanecerão em paz por muito tempo. O país com um efetivo militar mais forte e maior acesso a recursos acabará desafiando e possivelmente conquistará os países mais fracos.

Pelo menos esse é o mundo de acordo com a teoria do equilíbrio de poder. Essa teoria, que remonta ao conflito entre as cidades-estado gregas, diz que cada nação é mais segura quando tem poderes e capacidades militares iguais.

Muitos países modernos, como os Estados Unidos e o Canadá, construíram um equilíbrio de poderes em seus sistemas de governo. No Braasil, o Poder Legislativo faz e aprova as leis. O Judiciário interpreta e define a aplicação da lei. O Presidente lidera através do Poder Executivo. Estes três ramos existem para que nenhum possa dominar os outros.

Balanço de Poder

A teoria do equilíbrio de poder levou os líderes a reconhecer que a paz era possível se nenhum Estado tivesse muito poder. Uma das ferramentas vitais para garantir esse equilíbrio foi a construção de alianças. Os Estados também responderam ao crescimento militar desmedido em seus vizinhos, desenvolvendo suas próprias capacidades militares.

Governo

Nem todos os países investiram em poderes de equilíbrio dentro de seu próprio governo. Entretanto, muitos viram a utilidade em fazê-lo. Países como os Estados Unidos e o Canadá criaram sistemas de contrapesos para que cada ramo seja autônomo e capaz de garantir que os outros departamentos não tomem muito controle.

Nos Estados Unidos, por exemplo, o presidente pode vetar as leis aprovadas pelo Senado ou pelo Congresso. Entretanto, também há um processo que pode ignorar um veto se o presidente usar esse poder em demasia.

Organizações que ajudam a manter o equilíbrio de poder

Grupos como a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) ou a Organização das Nações Unidas (ONU) trabalham para manter a paz e a cooperação entre as nações. Esses grupos ajudam a equilibrar o poder globalmente, facilitando conversas. As vezes esses órgãos interveem quando os estados se tornam muito poderosos para a segurança de seus vizinhos.

Na sociedade contemporânea, existe uma concentração desigual de riqueza e poder entre os estados, de modo que essas organizações se esforçam para garantir que os países menos poderosos tenham voz na política internacional.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.