Verbo

Uma entre as dez classes de palavras, o verbo talvez seja entre elas a mais complexa. Isso porque se flexiona em pessoa, número, tempo, modo e voz. O verbo pode indicar os processos de ação, estado, fenômeno, ocorrência e desejo.

0

O verbo no infinito

Ser criado, gerar-se, transformar
O amor em carne e a carne em amor; nascer
Respirar, e chorar, e adormecer
E se nutrir para poder chorar

Para poder nutrir-se; e despertar
Um dia à luz e ver, ao mundo e ouvir
E começar a amar e então sorrir
E então sorrir para poder chorar.

E crescer, e saber, e ser, e haver
E perder, e sofrer, e ter horror
De ser e amar, e se sentir maldito

E esquecer tudo ao vir um novo amor
E viver esse amor até morrer
E ir conjugar o verbo no infinito…
Vinícius de Moraes

Há quem diga que a gramática da língua portuguesa está entre as mais difíceis do mundo! Verdade ou mito? Bom, não podemos deixar de admitir que nossa “última flor do Lácio, inculta e bela” (vide os versos de Língua Portuguesa, poema antológico de Olavo Bilac) não é aquilo que podemos chamar de uma língua sintética, haja a vista sua complexidade. Mas também não é justo dizer que nosso português é um bicho de sete cabeças, existem idiomas muito mais intrincados por aí. Com um pouquinho de estudo e dedicação é possível sim dominar as regras (e também as exceções) da modalidade escrita da língua que dominamos tão bem na oralidade.

Como você já deve saber, nossa língua portuguesa é dividida em áreas de estudo, entre elas está a Morfologia, responsável por analisar os aspectos das palavras de maneira isolada. Dentro da Morfologia estão elencadas as dez classes gramaticais, ou classes de palavras, entre elas o verbo, possivelmente a mais complexa de todas e aquela que mais dores de cabeça causam nos falantes do português. Para facilitar sua rotina de estudos – afinal de contas, para quem quer alcançar a proficiência na modalidade escrita é indispensável conhecer bem as dez classes e suas funções – o site Escola Educação traz agora para você uma explicação sucinta e eficiente sobre o verbo, a qual poderá ser consultada quando houver eventuais dúvidas. Vamos lá? Boa leitura e bons estudos!

O que são verbos?

Verbos são palavras que indicam uma ação, um fato verbal. Além disso, os verbos podem indicar também uma ocorrência, um estado ou um fenômeno. Pode ser flexionado quanto ao número, pessoa, modo, tempo, aspecto e voz. Alguma dúvida de que estamos diante da mais complexa classe de palavras? Observe:

  • Flexão em número: singular (um sujeito) e plural (vários sujeitos).
  • Flexão em pessoa: 1.ª (quem fala: eu e nós), 2.ª (com quem se fala: tu e vós), 3.ª (de quem se fala: ele e eles).
  • Flexão em modo: indicativo (indica realidade), subjuntivo (indica possibilidade) e imperativo (indica ordem). Existem também as formas nominais dos verbos: infinitivo (pessoal e impessoal), particípio e gerúndio.
  • Flexão em tempo: tempos no passado (que se referem a algo que aconteceu antes do momento em que se fala), tempos no presente (que se referem a algo que acontece no momento em que se fala) e tempos no futuro (que se referem a algo que acontecerá depois do momento em que se fala).
  • Flexão em aspecto: ponto de vista sobre a duração da ação verbal com sentido incoativo (no começo da ação), sentido cursivo (no desenvolvimento da ação) e sentido conclusivo (na conclusão da ação).
  • Flexão em voz: voz ativa (sujeito gramatical é o agente da ação), a voz passiva (sujeito gramatical é o paciente da ação) e a voz reflexiva (sujeito gramatical é ao mesmo tempo agente e paciente da ação).

É importante saber que os verbos são compostos por um radical acrescidos de uma terminação. As terminações são diferentes, o que nos possibilitará a identificação do modo, tempo verbal e conjugação do verbo. Quando os verbos forem regulares (verbos regulares são todos os verbos que ao serem conjugados, não sofrem alterações em seu radical. Exemplo: O verbo falar (radical: fal-) pode ser conjugado em qualquer tempo e pessoa, sem que seu radical se modifique: falei,falassem, falariam) eles poderão ser encaixados em três estruturas de conjugação. Observe:

  • Verbos da 1.ª conjugação: verbos terminados em –ar, como: andar, falar, brincar, namorar, estudar, amar, gostar,…
  • Verbos da 2.ª conjugação: verbos terminados em –er, como: comer, correr, ler, saber, esquecer, entender, vender,…
  • Verbos da 3.ª conjugação: verbos terminados em –ir, como: sorrir, partir, dividir, abrir, sair, decidir, rir,…

Observação: o verbo pôr, acabado em –or, pertence à 2ª conjugação.

Confira um exemplo de flexão de um verbo da 1ª conjugação (verbo falar):

1ª pessoa do singular: Eu fal + -o: falo
2ª pessoa do singular: Tu fal + -as: falas
3ª pessoa do singular: Ele fa + -a: fala
1ª pessoa do plural: Nós fal + -amos: falamos
2ª pessoa do plural: Vós fal + -ais: falais
3ª pessoa do plural: Eles fal + -am: falam

Agora, um exemplo de flexão de um verbo da 2ª conjugação (verbo correr):

1ª pessoa do singular: Eu corr + -o: corro
2ª pessoa do singular: Tu corr + -es: corres
3ª pessoa do singular: Ele corr + -e: corre
1ª pessoa do plural: Nós corr + -emos: corremos
2ª pessoa do plural: Vós corr + -eis: correis
3ª pessoa do plural: Eles corr + -em: correm

Por último, um exemplo de flexão de um verbo da 3ª conjugação:

1.ª pessoa do singular: Eu part + -o: parto
2.ª pessoa do singular: Tu part + -es: partes
3.ª pessoa do singular: Ele part + -e: parte
1.ª pessoa do plural: Nós part + -imos: partimos
2.ª pessoa do plural: Vós part + -is: partis
3.ª pessoa do plural: Eles part+ -em: partem

Formas rizotônicas e arrizotônicas

Afinal, o que são formas rizotônicas e formas arrizotônicas?

Chamamos de formas rizotônicas as formas verbais em que a sílaba tônica encontra-se no radical da palavra. Chamamos de formas arrizotônicas as formas verbais em que a sílaba tônica não se encontra no radical da palavra, mas sim em sua terminação. Quer ver só um exemplo? Confira:

Exemplo – verbo recear no presente do indicativo:

Eu receio (rizotônicas)
Tu receias (rizotônicas)
Ele receia (rizotônicas)
Nós receamos (arrizotônicas)
Vós receais (arrizotônicas)
Eles receiam (rizotônicas)
Como já dissemos no início deste artigo, o verbo é uma classe gramatical complexa, cuja compreensão dependerá da análise dos seguintes elementos:

  • A classificação dos verbos
  • Os modos verbais e formas nominais
  • Os tempos verbais
  • A concordância verbal
  • As locuções verbais
  • A regência verbal
  • As vozes verbais
  • O aspecto verbal

Mas esses são assuntos para uma próxima vez! Bons estudos!

Luana Alves
Graduada em Letras

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.