Home / Disciplinas / Português / Advérbio

Advérbio

Advérbio é uma palavra invariável que modifica o sentido do verbo, do adjetivo e do próprio advérbio.

Advérbio

Que tal conhecer um pouquinho mais da gramática da língua portuguesa? Conhecer as peculiaridades de nosso idioma é essencial para quem deseja alcançar a proficiência nas modalidades escrita e oral, pois conhecer as regras que regem a linguagem melhora consideravelmente nossa capacidade comunicativa. Além disso, quem conhece a norma culta tem maiores chances de alcançar o sucesso profissional, haja vista que o domínio da linguagem padrão é um dos pré-requisitos em provas de concursos e vestibulares (e uma das competências exigidas pelo Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem).

Bom, hoje falaremos sobre uma das dez classes gramaticais da língua portuguesa, o advérbio. Você sabe o que é o advérbio? O advérbio é a palavra que modifica o sentido do verbo, do adjetivo ou até mesmo do próprio advérbio, exprimindo sempre uma circunstância. Algumas vezes o advérbio é representado por duas ou mais palavras, e nesse caso, recebe o nome de locução adverbial. Em algumas situações o advérbio pode modificar não apenas o verbo, o adjetivo ou a si mesmo, mas também toda a oração, vindo, nesses casos, destacados por vírgulas no início ou no fim da mesma.

Assim como a preposição, a conjunção e a interjeição, outras classes gramaticais, o advérbio é considerado como uma palavra invariável. Isso significa que, diferentemente das palavras variáveis (verbo, adjetivo, substantivo, pronome, artigo e numeral), o advérbio não admite variação de forma, isto é, não sofre flexão de gênero (masculino e feminino), número (singular e plural) e a maioria não é flexionada quanto ao grau (aumentativo, diminutivo, superlativo, normal e comparativo). Para que você entenda melhor sobre esse assunto, o Escola Educação traz para você uma explicação minuciosa sobre o advérbio, bem como exemplos dessa classe de palavras em diferentes orações. Preparados? Boa leitura e bons estudos!

Classificação dos advérbios

Os advérbios e as locuções adverbiais sempre exprimem uma circunstância (ideia complementar) em relação ao verbo a que se referem, e são classificados de acordo com o sentido que têm na frase.

Veja agora os principais exemplos dessa classificação:

  • Advérbio de lugar: aqui, ali, atrás, longe, perto, embaixo,…

Exemplo:

Eles estavam aqui até poucas horas atrás. (aqui e atrás = advérbios de lugar);

  • Advérbio de tempo: hoje, amanhã, nunca, cedo, tarde, antes,…

Exemplo:

Hoje nós pretendemos voltar do trabalho mais cedo, pois amanhã viajaremos. (hoje, cedo e amanhã = advérbios de tempo);

  • Advérbio de modo: bem, mal, rapidamente, devagar, calmamente, pior,…

Exemplo:

Ele estava dirigindo calmamente quando foi atingido por uma motocicleta. (calmamente = advérbio de modo);

  • Advérbio de afirmação: sim, certamente, certo, decididamente,…

Exemplo:

Nós realmente acreditamos em sua vitória. (realmente = advérbio de afirmação);

  • Advérbio de negação: não, nunca, jamais, nem, tampouco,…

Nós nunca faríamos isso como você. (nunca = advérbio de negação);

  • Advérbio de dúvida: talvez, quiçá, possivelmente, provavelmente, porventura,…

Exemplo:

Talvez você possa viajar conosco nas próximas férias. (talvez = advérbio de dúvida);

  • Advérbio de intensidade: muito, pouco, tão, bastante, menos, quanto,…

Exemplo:

Nós estávamos muito animados para o show de nossa banda favorita. (muito = advérbio de intensidade);

  • Advérbio de exclusão: salvo, senão, somente, só, unicamente, apenas,…

Exemplo:

Somente um de nós será escolhido para representar a empresa no congresso internacional. (somente = advérbio de exclusão);

  • Advérbio de inclusão: inclusivamente, também, mesmo, ainda,…

Exemplo:

Nós também iremos viajar para a praia nas férias de dezembro. (também = advérbio de inclusão);

  • Advérbio de ordem: primeiramente, ultimamente, depois,…

Exemplo:

Primeiramente, gostaríamos de agradecer a presença de todos vocês em nossa formatura. (primeiramente = advérbio de ordem).

Alguns advérbios podem ainda ser classificados em advérbios interrogativos, sendo empregados nas interrogações diretas e indiretas, indicando circunstâncias de lugar, tempo, modo e causa. São os advérbios por que? (indicando causa), onde? (indicando lugar), como? (indicando modo) e quando? (indicando tempo).

Exemplos:

Interrogação Direta Interrogação Indireta
Como aprendeu? Perguntei como aprendeu.
Onde mora? Indaguei onde morava.
Por que choras? Não sei por que riem.
Aonde vai? Perguntei aonde ia.
Donde vens? Pergunto donde vens.
Quando voltas? Pergunto quando voltas.

Graus dos advérbios

Como já dissemos anteriormente, os advérbios são palavras invariáveis, isto é, não sofrem flexão quanto ao gênero e ao número. Entretanto, alguns advérbios podem ser flexionados em grau (comparativo e superlativo), o que os torna similares aos graus dos adjetivos. Confira os exemplos:

Grau comparativo de inferioridade = menos (advérbio) que/do que

Exemplo: Ele escreve menos lentamente do que eu.

Grau comparativo de igualdade = tão (advérbio) quanto/ como/ quão

Exemplo: Ele escreve tão lentamente como eu.

Grau comparativo de superioridade = mais (advérbio) que/ do que

Exemplo: Ele escreve mais lentamente do que eu.

Grau superlativo absoluto analítico = acompanhado de outro advérbio (muito + advérbio).

Exemplo: Aquele aluno escreve muito bem.

Atenção: É comum a utilização de formas diminutivas em alguns advérbios, como pertinho, longinho, pouquinho, cedinho,… Esta forma diminutiva do advérbio transmite a noção de muito perto, muito longe, muito pouco, muito cedo etc.

Grau superlativo absoluto sintético = advérbio + sufixo (normalmente sufixo -íssimo).

Exemplo: O ônibus chegou cedíssimo na rodoviária.

Atenção: Os advérbios bem, mal, muito e pouco, assumem formas irregulares nos graus comparativo e superlativo.

Exemplos:

Advérbio bem

comparativo: melhor, mais bem
superlativo: otimamente, muito bem

Advérbio mal

comparativo: pior, mais mal
superlativo: pessimamente, muito mal

Advérbio muito

comparativo: mais
superlativo: muitíssimo, o mais

Advérbio pouco

comparativo: menos
superlativo: pouquíssimo, o menos

Locução adverbial

Às vezes, as circunstâncias em que ocorre o fato verbal é expressa não por uma palavra só, e sim por um conjunto de palavras denominado locução adverbial. Veja:

Os navios cruzam o oceano Atlântico sem nenhuma pressa de chegar ao destino.
No próximo semestre, os alunos deverão apresentar o trabalho de conclusão de curso.

As locuções adverbiais podem ser classificadas em:

  • Locução adverbial de lugar: à esquerda, à frente, ao lado, em cima, por perto,…

Exemplo:

Nós estávamos sentados à esquerda do palco.

  • Locução adverbial de tempo: pela manhã, de noite, à tarde, em breve, …

Exemplo:

Em breve nós iremos visitá-los na Bahia.

  • Locução adverbial de modo: em silêncio, de cor, ao contrário, às pressas,…

Exemplo:

Eles permaneceram em silêncio durante todo o julgamento.

  • Locução adverbial de afirmação: por certo, com certeza, sem dúvida,…

Exemplo:

Com certeza nós iremos visitá-lo na Bahia.

  • Locução adverbial de negação: de modo algum, de forma alguma,…

Exemplo:

De modo algum tivemos a intenção de magoá-la.

  • Locução adverbial de intensidade: de muito, de pouco, de todo, em excesso,…

Exemplo:

Eles comem em excesso.

  • Locução adverbial de dúvida: quem sabe,…

Exemplo:

Quem sabe iremos visitá-lo nas próximas férias?

Distinção entre advérbio e adjetivo

Como você já deve saber, a classe gramatical de uma palavra não é fixa, uma vez que ela varia dependendo das relações estabelecidas com as demais palavras que formam a frase. Esse fato pode gerar dúvidas quanto à classificação de algumas palavras que às vezes desempenham papel de adjetivo, outras vezes desempenham papel de advérbio. Para saber diferenciar o advérbio e o adjetivo, você deve considerar que:

O adjetivo:

Relaciona-se a substantivo;
É variável (pode ter masculino e feminino; singular e plural).

O advérbio:

Relaciona-se a um verbo;
É invariável (não admite masculino e feminino; singular e plural).

Luana Alves
Graduada em Letras