14 doenças causadas por agrotóxicos

O consumo de agrotóxicos podem causas uma série de malefícios para o bom funcionamento de nosso organismo. Confira 14 doenças causas por agrotóxicos.


A agricultura é de extrema importância para a economia brasileira. Isso porque, só em 2017, a produção agropecuária contribuía com 23,5% do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil. Portanto, é inegável o peso que o setor tem em nosso crescimento.

Entretanto, mesmo sendo tão importante para o país, é preciso que a indústria seja responsável, e busque medidas sustentáveis para seu desenvolvimento, e para o bem de toda a sociedade. Infelizmente, em muitos casos isso não acontecem. Pelo contrário, muitos produtores realizam o uso de agrotóxicos em suas plantações.

Os agrotóxicos são defensivos agrícolas, produtos químicos, que visam o controle de insetos, plantas daninhas e doenças nas plantações. Entretanto, estes pesticidas que ajudam nas produções podem ser extremamente prejudiciais na saúde humana.

Para evidenciar os perigos que esses agentes químicos podem trazer para nossa saúde e bem estar, preparamos uma lista com as 14 doenças causadas por agrotóxicos.

Alzheimer

A doença afeta as funções do sistema neurológico. O agrotóxico Roundup, bastante utilizado, afeta a CaMKII, que é uma proteína que causa a morte de células neurais, as mesmas observadas no Alzheimer.

Autismo

Bom, o autismo pode ter várias causas. Entretanto, alguns dos possíveis causadores do desenvolvimento da doença podem estar ligados aos hábitos alimentares da criança.

Sendo assim, segundos pesquisas de universidades americanas, o glifosato, agrotóxico, pode ser uma das causas da doença. Isso porque a foram encontrados paralelos entre os efeitos da doença, e do pesticida.

Câncer de mama

O mesmo agrotóxico, o glifosato, pode contribuir para o crescimento das células cancerígenas no peito, isso por meio de receptores estrógenos.

Doença crônica nos rins

Ainda no mesmo componente químico, o glifosato tem a capacidade de destruir os tecidos renais em humanos. Ou seja, o pesticida sozinho não causa uma epidemia renal crônica, entretanto colabora para o surgimento da doença.

Infertilidade

Os elementos químicos presentes na agricultura também podem afetas a fertilidade, tanto de homens, como de mulheres. Os agrotóxicos afeta a taxa de fertilidade, assim como altera a qualidade dos espermatozoides.

Danos ao fígado

O consumo constante de agrotóxicos afetam as funções celulares do fígado. Isso pode causar diversas doenças hepáticas, que infelizmente são silenciosas, ou seja, demoram para apresentar sinais.

Alergias

Bom, como os agrotóxicos fazem mal ao nosso corpo, é esperado que nosso organismo reaja a suas ações. Com isso, pode ser desenvolvido várias alergias. Por estarem relacionadas ao o que comemos, muitas vezes não sabemos sua causa.

Problemas na tireoide

A tireoide é responsável pela produção de diversos hormônios essenciais para nosso organismo. O consumo de agrotóxicos podem afetar a glândula, alterando sua produção de hormônios. O Hipotireoidismo pode ser causado pelos insumos. A doença é uma das principais causadoras da obesidade.

Doenças Cardíacas

Outra mal a saúde que pode ser doenças ligadas ao coração. O glifosato é um dos principais causadores da disfunção lisossomal, que pode evoluir par ao quadro de falência do coração.

Colite

Outro afetado pelo toxidade são as bactérias benéficas, que atuam na eliminação da clostridia (bactéria maligna). Com isso, a clostridia aumenta no organismo, assim como aumenta sua resistência. A bactéria é uma das causadoras da colite.

Doença de Lou Genrig

O insumo das toxinas contribui na deficiência de sulfato no cérebro. O sulfato, por sua vez, está associado à Esclerose Lateral Amiotrófica.

Esclerose múltipla

Algumas pesquisas apontam uma relação entre o aumento de inflamação no intestino e a Esclerose Múltipla. Isso porque a inflamação internal causada glifosato faz com que as bactérias se infiltrem no sistema circulatório, causando a doença.

Doença de Parkinson

Os agrotóxicos também afetam o cérebro, causando desordens neurodegenerativas, como a doença de Parkinson. Estudos laboratoriais demonstram que certos herbicidas provocam a morte celular, que é uma das características da doença.

Problemas na gravidez

O glifosato é danoso para as células da placenta, que podem causar problemas na gravidez. Os problemas podem afetas principalmente mulheres que trabalham em produções agrícolas que utilizam o herbicida.

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More