Hidrografia Brasileira – O que é, resumo, características

A hidrografia brasileira é famosa em todo o mundo por sua riqueza e potência. Confira as características deste bem nacional tão conhecido.


O Brasil é um país rico em belezas e riquezas naturais. Isso porque aqui encontramos uma enorme diversidade de fauna e flora. E, além disso, outra característica chama atenção para o nosso país. Estamos falando da hidrografia brasileira.

O país possui uma das maiores reservas de água doce do mundo. Só aqui, encontramos cerca de 13% de toda água doce do planeta, contando os rios, lagos e aquíferos. Entretanto, a distribuição deste bem funciona de forma desigual pelo nosso território. Só a Amazônia detêm 68% do total de água doce.

Sobrando assim, 26% para o Centro-sul, e 3% para o Nordeste. É importante destacar que a grande maioria dos volumes de água está presente em rios. Além disso, o país é marcado por rios perenes, que são aqueles que nunca secam.

Entretanto, existem alguns intermitentes, aqueles que secam em alguns períodos do ano. Estes estão, em grande maioria, distribuídos pela região do sertão nordestino. Isso porque o local é o mais afetado nas épocas de seca.

Características dos rios

Os rios brasileiros possuem características marcantes, que os diferenciam dos rios dos demais países. Uma delas, por exemplo, é que são exorreicos, sendo assim, suas águas desaguam no mar. Além disso, também são pluviais. Portanto, são nutridos pelas águas das chuvas.

A maioria dos rios no país nascem em relevos com baixa altitude. Entretanto, apenas a ocorrência é diferente no rio Amazonas, que nasce do alto da Cordilheira dos Andes.

Os rios brasileiros são marcados por sua grande profundidade, além de serem largos e extensos. Isso porque o relevo do país possibilita a formação de rios em forma de planaltos. Ao todo, a rede hidrográfica brasileira conta com 55.467 km² de extensão.

Durante o verão, acontecem as cheias. Nesta época, a quantidade de chuvas é superior ao restante do ano. Porém, as cheias não acontecem na região nordeste, devido a seca e os baixos níveis pluviométricos.

O grande número de rios favorece a geração de energia elétrica, via usinas hidrelétricas. A fonte de energia é uma potência no Brasil, sendo responsável por aproximadamente 66% de toda energia produzida aqui.

Além disso, os rios são fartos, e as baciais hidrográficas são extensas. Isso possibilita a geração de energia por usinas hidrelétricas, e também a captação de água para irrigação. Embora tenhamos uma presença marcante de rios, eles são pouco utilizados como transporte fluvial.

Principais bacias hidrográficas e rios

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More