7 Alimentos Ultraprocessados que Estão Ligados a Morte Prematura

Os alimentos que passam por um maior processamento industrial são os mais perigosos pra saúde, devido a sua composição de conservantes, edulcorantes ou intensificadores de cor.

0

Sabemos que alimentação saudável é fator primordial para uma boa saúde. Desse modo, uma má alimentação pode também desencadear vários problemas de saúde.

Estudos sugerem que alguns alimentos em específico estão ligados a mortes prematuras. Tais como nuggets de frango, sorvetes e cereais.

Esses alimentos podem ser identificados de modo que todos são classificados de acordo com a quantidade de processamento industrial pelo qual passam até chegar ao consumidor.

Veja também: 10 Doenças Causadas pela Má Alimentação

Frutas, legumes, leite, carne, leguminosas, sementes, grãos e ovos, por exemplo, são alimentos não processados ou minimamente processados.

Tendo como ingredientes principais sal, óleo, açúcar ou fermentação o queijo, bacon, pão, frutas e legumes enlatados, peixe defumando e cerveja são alimentos processados.

Por fim, há a classificação dos alimentos ultraprocessados, os quais passam por um maior processamento industrial. São os mais perigosos pra saúde, devido a sua composição de conservantes, edulcorantes ou intensificadores de cor.

Maira BesRastrollo, pesquisadora da Universidade de Navarra, na Espanha, indica que se um produto contém mais de cinco ingredientes, provavelmente é considerado ultraprocessado.

O que os estudos indicam?

Para realizar os estudos, os pesquisadores da Universidade de Navarra acompanham a dieta de 19.899 pessoas em 10 anos, fazendo uma avaliação de rotina a cada dois anos.

Ao longo desses 10 anos de estudo, 335 participantes morreram. A experiência indicou que a cada 10 mortes entre os que comeram menos alimentos ultraprocessados, teve 16 mortes entre os que comeram maiores quantidades de alimentos do tipo.

Já um estudo feito pela Universidade De Paris, fez um acompanhamento total de 105.159 pessoas durante cinco anos, avaliando suas dietas duas vezes por ano. A pesquisa indicou que os participantes que comem mais alimentos ultraprocessados tiveram mais problemas cardíacos.

“O rápido e crescente consumo mundial de alimentos ultraprocessados, em detrimento de alimentos menos processados, pode gerar um número maior de doenças cardiovasculares nas próximas décadas” relatou a pesquisadora Mathilde Touvier, da Universidade de Paris.

O que isso significa?

Tais estudos identificaram uma relação entre os alimentos altamente processados e problemas de saúde, mas de forma imprecisa. Isso por que as pessoas que comiam esses alimentos serem mais propensas a cultivarem outros hábitos maléficos, como o tabagismo.

Mas logicamente, não há como negar que esses alimentos causam problemas de saúde devido a seus compostos.

Somado a isso, pesquisadores verificaram uma ligação entre a ingestão desses alimentos ao maior risco de câncer. “Um número crescente de estudos independentes vem associando alimentos ultraprocessados a efeitos adversos à saúde”, afirma Touvier.

Veja a seguir 7 alimentos ultra processados possivelmente ligados à mortes prematuras e problemas de saúde.

Chocolate


Bolo


Carne processada


Sorvete


Refrigerante


Nuggest de Frango

Pizza Pronta

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.