A importância da tecnologia na sala de aula

0

Hoje em dia, a tecnologia está muito presente na vidas de todos, temos os celulares, os tablets e os computadores presentes na maioria das casas dos brasileiros de quase todas as classes sociais, de forma que quase todos podem estar conectados a todo tempo.

Inicialmente, os recursos advindos das tecnologias não eram bem vistos na área da educação, pois eles eram apenas conhecidos como meios de distrações e lazer. Porém, com a revolução tecnológica, fica muito difícil não utilizar dos recursos como aliados na sala de aula.

É claro que ainda existem vários professores e educadores mais conservadores que ainda acreditam que a utilização da tecnologia apenas dispersa os alunos e não contribui com o aprendizado. Porém, muitos estudos comprovam que a internet pode sim ser amiga da educação, estimulando a criatividade e melhor assimilação de conhecimento.

Uma prova disso é ver que para resolver qualquer dúvida que surge, podemos acessar o Google para pesquisar e se informar sobre diversos assuntos. Na realização de trabalhos escolares não é diferente, pois tudo o que precisamos está na rede. E, para isso, muitas escolas já têm implementado, no mínimo, aulas de informática com acesso aos computadores para que os alunos aprendam a utilizar as ferramentas e saibam onde e como realizar suas pesquisas.

Apesar de existir muitos educadores que defendem a não utilização dos meios virtuais, muitos outros assumem a sua praticidade e melhoria no aprendizado. Há escolas que já utilizam plataformas virtuais para enviar trabalhos, exercícios e notas de provas. Na universidade, é ainda mais comum, onde as instituições possuem ambiente virtuais, como moodle.

Em diversas salas de aula, o uso de projetores e data show já substituíram muitas aulas que eram antes escritas na lousa. Muitos livros já apresentam suas versões digitais. Muitos cadernos já foram substituídos pelos notebooks.

E muitos aplicativos ou ambientes virtuais estão sendo sistematizados para auxiliar as escolas a passar conteúdos extraclasse, ou mesmo para lançamento de notas e acesso ao boletim. Isso quer dizer que a tecnologia tem mais é que ser vista como uma facilitadora do processo educacional.

É claro que para que essa parceria seja propositiva para o ensino, é preciso que as escolas se modernizem e adquira aparelhos para os seus alunos, assim, eles terão a possibilidade de acesso à rede e a diversas ferramentas computacionais educativas

Veja só as o que pode se adequar a esse mundo tecnológico:

  • A criação de plataformas para disponibilização de calendário escolar, agenda de provas, conteúdos online, notas, fóruns, possibilidade de agendar e receber trabalhos;
  • Celulares e tablets podem ser usados para buscas na internet;
  • Aulas expositivas em powerpoint podem ser mais atrativas, além de dar a possibilidade de assistir a vídeos relevantes ao conteúdo;
  • As redes sociais podem ser usadas como ferramenta de pesquisa nas páginas sobre diversas áreas de conhecimento objetivando tirar dúvidas, além de que pode ser criado grupos de dúvidas obtendo mais interação entre os alunos;
  • O uso de computadores em salas de aula pode ser útil para aprender a buscar conteúdos e utilizar as ferramentas dos computadores, além possibilitar o ensino de linguagens de programação;

Para os que ainda não aderiram à tecnologia em suas aulas ou redes de ensino, confira algumas de suas vantagens para o melhor aproveitamento do aprendizado:

  • Possibilita discussões em fóruns, oferecendo mais chances para os alunos tirarem suas dúvidas e compartilharem conhecimentos entre os outros alunos e professores;
  • Torna a aula mais atraente e mais didática, isso porque muitos alunos não tem mais paciência com lousas e apostilas, de forma que abre a oportunidade de fazer atividades que os estimulem;
  • Organiza os conteúdos de estudo, dando menos possibilidade de perda ou esquecimento de atividades, além de ser possível compartilhar conteúdos das aulas para que o acesso a eles seja facilitado;
  • Diminui a evasão escolar a partir de inovações no método de dar aulas e estímulo com maior atratividade quanto a forma de passar o conteúdo;
  • Oferece maior acessibilidade para alunos com certas necessidades especiais, como dificuldades motoras, por exemplo, ou ainda para aqueles mais tímidos que não gostam de interagir;
  • Estimula o autodidatismo, de forma que os alunos possuem mais acesso a pesquisar conteúdos, vídeos no Youtube, além de que os professores podem deixar links disponíveis para acesso.

É importante saber que a tecnologia não resolve todos os problemas da educação e deve ser cuidadosamente implementado e, para isso, deve estar presente na formação dos professores e educadores. A ideia é aumentar o aproveitamento das aulas, devido à dificuldade de atenção das novas gerações e ao acesso a informação está cada vez mais presente na rede e acessível para todos.

Portanto, a tecnologia pode e deve estar ao lado dos professores e educadores para que os alunos tenham aulas mais atraentes, facilitando o acesso a conteúdos e levando mais dinamicidade para o aprendizado. Então, tenha em mente que chamar a atenção dos alunos para não mexam nos seus tablets e celulares pode ser coisa do passado, pense na ideia de incorporar essa ferramenta a favor dos professores e alunos, pois essa atitude pode ser melhor do que proibi-las.

Hoje em dia, a tecnologia está muito presente na vidas de todos, temos os celulares, os tablets e os computadores presentes na maioria das casas dos brasileiros de quase todas as classes sociais, de forma que quase todos podem estar conectados a todo tempo.

Inicialmente, os recursos advindos das tecnologias não eram bem vistos na área da educação, pois eles eram apenas conhecidos como meios de distrações e lazer. Porém, com a revolução tecnológica, fica muito difícil não utilizar dos recursos como aliados na sala de aula. É claro que ainda existem vários professores e educadores mais conservadores que ainda acreditam que a utilização da tecnologia apenas dispersa os alunos e não contribui com o aprendizado. Porém, muitos estudos comprovam que a internet pode sim ser amiga da educação, estimulando a criatividade e melhor assimilação de conhecimento.

Uma prova disso é ver que para resolver qualquer dúvida que surge, podemos acessar o Google para pesquisar e se informar sobre diversos assuntos. Na realização de trabalhos escolares não é diferente, pois tudo o que precisamos está na rede. E, para isso, muitas escolas já têm implementado, no mínimo, aulas de informática com acesso aos computadores para que os alunos aprendam a utilizar as ferramentas e saibam onde e como realizar suas pesquisas.

Apesar de existir muitos educadores que defendem a não utilização dos meios virtuais, muitos outros assumem a sua praticidade e melhoria no aprendizado. Há escolas que já utilizam plataformas virtuais para enviar trabalhos, exercícios e notas de provas. Na universidade, é ainda mais comum, onde as instituições possuem ambiente virtuais, como moodle.

Em diversas salas de aula, o uso de projetores e data show já substituíram muitas aulas que eram antes escritas na lousa. Muitos livros já apresentam suas versões digitais. Muitos cadernos já foram substituídos pelos notebooks. E muitos aplicativos ou ambientes virtuais estão sendo sistematizados para auxiliar as escolas a passar conteúdos extraclasse, ou mesmo para lançamento de notas e acesso ao boletim. Isso quer dizer que a tecnologia tem mais é que ser vista como uma facilitadora do processo educacional.

É claro que para que essa parceria seja propositiva para o ensino, é preciso que as escolas se modernizem e adquira aparelhos para os seus alunos, assim, eles terão a possibilidade de acesso à rede e a diversas ferramentas computacionais educativas

Veja só as o que pode se adequar a esse mundo tecnológico:

  • A criação de plataformas para disponibilização de calendário escolar, agenda de provas, conteúdos online, notas, fóruns, possibilidade de agendar e receber trabalhos;
  • Celulares e tablets podem ser usados para buscas na internet;
  • Aulas expositivas em powerpoint podem ser mais atrativas, além de dar a possibilidade de assistir a vídeos relevantes ao conteúdo;
  • As redes sociais podem ser usadas como ferramenta de pesquisa nas páginas sobre diversas áreas de conhecimento objetivando tirar dúvidas, além de que pode ser criado grupos de dúvidas obtendo mais interação entre os alunos;
  • O uso de computadores em salas de aula pode ser útil para aprender a buscar conteúdos e utilizar as ferramentas dos computadores, além possibilitar o ensino de linguagens de programação;

Para os que ainda não aderiram à tecnologia em suas aulas ou redes de ensino, confira algumas de suas vantagens para o melhor aproveitamento do aprendizado:

  • Possibilita discussões em fóruns, oferecendo mais chances para os alunos tirarem suas dúvidas e compartilharem conhecimentos entre os outros alunos e professores;
  • Torna a aula mais atraente e mais didática, isso porque muitos alunos não tem mais paciência com lousas e apostilas, de forma que abre a oportunidade de fazer atividades que os estimulem;
  • Organiza os conteúdos de estudo, dando menos possibilidade de perda ou esquecimento de atividades, além de ser possível compartilhar conteúdos das aulas para que o acesso a eles seja facilitado;
  • Diminui a evasão escolar a partir de inovações no método de dar aulas e estímulo com maior atratividade quanto a forma de passar o conteúdo;
  • Oferece maior acessibilidade para alunos com certas necessidades especiais, como dificuldades motoras, por exemplo, ou ainda para aqueles mais tímidos que não gostam de interagir;
  • Estimula o autodidatismo, de forma que os alunos possuem mais acesso a pesquisar conteúdos, vídeos no Youtube, além de que os professores podem deixar links disponíveis para acesso.

É importante saber que a tecnologia não resolve todos os problemas da educação e deve ser cuidadosamente implementado e, para isso, deve estar presente na formação dos professores e educadores. A ideia é aumentar o aproveitamento das aulas, devido à dificuldade de atenção das novas gerações e ao acesso a informação está cada vez mais presente na rede e acessível para todos.

Portanto, a tecnologia pode e deve estar ao lado dos professores e educadores para que os alunos tenham aulas mais atraentes, facilitando o acesso a conteúdos e levando mais dinamicidade para o aprendizado. Então, tenha em mente que chamar a atenção dos alunos para não mexam nos seus tablets e celulares pode ser coisa do passado, pense na ideia de incorporar essa ferramenta a favor dos professores e alunos, pois essa atitude pode ser melhor do que proibi-las.

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.