A proteína nº 1 para colocar na sua alimentação diária

Além de muito saborosa e saudável, essa proteína é muito versátil e pode entrar na sua alimentação de diversas formas.

Estudos apontam que nós devemos ingerir, no mínimo, 50 gramas de proteína por dia, pois essa substância é importante para a produção de energia para o nosso corpo, além de ajudar no crescimento e saúde dos músculos e ossos.

Geralmente, a proteína está mais presente nos alimentos de origem animal, mas você sabe qual a melhor proteína para a alimentação diária? Pois então confira aqui qual a melhor opção de proteína e como inseri-la em sua alimentação diária.

Leia Mais: Saiba quais são os alimentos mais ricos em ferro para manter a sua saúde em dia

O ovo é a melhor proteína

Ao contrário do que muitos pensam, o melhor tipo de proteína não é a carne vermelha, mas sim o ovo! Afinal, esse é um alimento completo, cheio de vitaminas. Entre os nutrientes disponíveis nesse alimento estão as vitaminas do complexo B e o ferro, que são muito eficazes para o desenvolvimento dos músculos. Além disso, ele também gera maior sensação de saciedade, de modo que é possível reduzir a quantidade de porções nas refeições. Dessa forma, o ovo é um grande aliado daqueles que adotam a prática de exercícios físicos e buscam melhorar o seu desempenho corporal.

Ademais, os seus benefícios são diversos, de modo que ele pode colaborar com a saúde do corpo todo, desde o cérebro até os músculos e os olhos. Por conta das suas reservas de luteína e zeaxatina, ele contribui para a diminuição do colesterol ruim, bem como a presença de vitamina A ajudará a manter a imunidade em dia. Por fim, vale mencionar que essa proteína é uma excelente forma de combater a anemia, visto que possui grande quantidade de vitamina B12 e ácido fólico.

Como inserir ovo na alimentação

Nós bem sabemos o quanto que o ovo é um alimento versátil, e que pode ser servido frito, cozido, como omelete, acompanhamento ou prato principal. De todas essas formas o ovo pode servir para cumprir a função de fornecer proteínas. Entretanto, a forma mais “limpa’ de consumi-lo é cozido. Afinal, assim você conseguirá manter todas as propriedades sem o adicional de gordura que vem com o óleo da fritura.

Ainda assim, é possível variar no preparo, usando-o no preparo de saladas, com carboidratos, como o cuscuz, ou puro, já que ele também é muito saboroso!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More