Abordagem cognitivista

A abordagem cognitivista estuda a forma como o mundo externo influencia no aprendizado de um indivíduo. Essa abordagem é multidisciplinar. Conheça agora as áreas do conhecimento que estudam como o ambiente gera conhecimento.

0

O que é abordagem cognitivista? A abordagem cognitivista é uma forma de explicar como o mundo externo consegue influenciar na criatividade, ou seja, é uma forma científica de estudar a aprendizagem a partir de fatores externos às pessoas.

Essa abordagem é multidisciplinar. Então, várias áreas do conhecimento tentam explicar como o ambiente gera os conhecimentos de um indivíduo.

Conheça algumas áreas de destaque, em relação à abordagem cognitivista.

Teoria das inteligências múltiplas

O autor dessa teoria, Howard Gardner, trata das áreas em que o ser humano possui maior facilidade em aprender. Logo, Gardner define que a inteligência é a capacidade de contribuir com produtos que são valorizados em um ou mais ambientes comunitários.

Com isso, Howard Gardner define sete tipos de inteligências múltiplas, que são:

  • Linguística ou verbal;
  • Lógico-matemática;
  • Espacial;
  • Musical;
  • Corporal-cinestésica;
  • Interpessoal;
  • Intrapessoal;
  • Neutralística.

Homem e mundo

Jean Piaget, tem em sua teoria que o conhecimento é adquirido a partir da interação entre o homem e o mundo. Segundo ele, é possível o homem influenciar o mundo e o mundo influenciar o homem.

Dessa forma, o conhecimento não é uma coisa concreta, mas contínua. Logo, Piaget define duas fases no conhecimento. Estas são:

  • Fase Exógena: A fase da repetição;
  • Fase Endógena: Fase em que passa a compreender o que repete e passa a produzir os próprios atos.

Psicologia cognitiva

Nessa teoria, afirma-se que para o ser humano entender algo, é necessário representar-lo mentalmente. Dessa forma, esse conhecimento é armazenado na memória por mais tempo. Isso tanto para conhecimentos específicos quanto para morais ou culturais.

Se a representação não for possível, o indivíduo vai representar de acordo com o seu próprio raciocínio, para assim compreender a situação. Dessa forma é feita a resolução de problemas.

Pensando nisso, os conhecimentos são reforçados de acordo com as formas como foram representadas. Isso pode ser através de representações prontas (quando o indivíduo vê a representação já instruída) e pela descoberta (tentativa e erro).

Inteligência artificial

A inteligência artificial é um conceito muito antigo que envolve diversas áreas do conhecimento, como Filosofia, Lógica, Matemática e Psicologia. Dessa forma, esse modelo cria sistemas computacionais baseados na inteligência do ser humano.

Isso se torna eficaz a partir do momento em que nessas tecnologias são implantados somente aquilo que é qualidade no ser humano, ponderando esse sistema para o que é relevante para o homem.

Além disso, a inteligência artificial possui a capacidade de acelerar a produção de conceitos e ainda oferecer mais ideias com maiores amplitudes.

Dessa forma, é possível afirmar que quanto mais uma pessoa sabe raciocinar de acordo com a mentalidade visual, mais fácil será  na hora da transição desses campos. Assim, maior é o seu potencial criativo.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.