Água: um bem precioso

Aproximadamente 70% da superfície terrestre é ocupada por água, mas isso não faz dela um recurso ilimitado.

0

Aproximadamente 70% da superfície terrestre é ocupada por água, mas isso não faz dela um recurso ilimitado. A água que está disponível para consumo é uma parte muito pequena desses 70% e muitos fatores podem levar a escassez de água, entre esses fatores podemos citar: desperdício, consumo dispendioso e poluição de lagos e rios.

A maior parte da água do planeta Terra é salgada, ou seja, imprópria para consumo de muitos animais, incluindo a espécie humana. A água está distribuída na Terra de diversas maneiras: em rios, lagos, lagoas, geleiras, no solo, em gotículas suspensas no ar e também armazenada nos seres vivos.

Distribuição da água no mundo
Distribuição da água no mundo

 

A água é o habitat para muitos seres vivos como algas e peixes, por exemplo. A ciência afirma que os primeiros seres vivos surgiram na água e a partir daí foram surgindo novas formas de vida. O corpo dos seres vivos é composto em grande parte por água, nos humanos ela pode ser encontrada em mais de 70% do corpo (no sangue, nos músculos, na pele, etc.). A água é um recurso necessário para que os organismos se manterem vivos, dependendo do ser vivo ela pode assumir funções variadas de: absorção e transporte de nutrientes, controle de temperatura corporal e turgescência das células. A perca excessiva de água causa a desidratação nos seres vivos podendo leva-los a morte.

Se juntarmos toda a água do planeta formaremos a hidrosfera e ela pode ser dividida em: águas oceânicas, águas atmosféricas ou águas continentais. O Brasil detém 15% da água doce mundial, isso faz do nosso país o que contém maior quantidade de água potável no mundo. Isso acontece por que, em geral, o Brasil possui chuvas bem distribuídas, condições geológicas e climáticas que favorecem a formação e manutenção de rios e lençóis freáticos. O Brasil possui também o maior rio em volume e extensão do planeta, o rio Amazonas.

Águas oceânicas

As águas oceânicas são representadas pelas águas salgadas dos mares e oceanos. Elas são salgadas por causa da quantidade de sais minerais que estão dissolvidos nelas, um dos sais mais concentrados é o cloreto de sódio, conhecido popularmente como sal de cozinha. Essas são as águas mais abundantes do planeta Terra, no entanto o custo é alto para torna-las próprias para consumo dos animais.

Águas atmosféricas

As águas atmosféricas são formadas por vapor-d’água ou gotículas de água líquida que formam as nuvens.

Águas continentais

As águas continentais contêm quantidades muito inferiores de sais minerais e por isso são chamadas de água doce. São constituídas de rios, lagos, geleiras ou são águas subterrâneas. Os seres humanos dependem da água doce para muitas atividades fisiológicas de seu corpo e também para consumo em suas atividades diárias, sejam elas domésticas, agrícolas ou industriais.
As principais áreas de reserva de água doce exploradas pelos seres humanos são os rios e os lagos. Entretanto, muitos locais passam por longos períodos de seca e os rios e lagos desaparecem, ficando disponíveis somente as águas subterrâneas que são exploradas através de um poço artesiano, ou seja, um canal direto no lençol freático feito artificialmente com ajuda de máquinas.

As águas subterrâneas são acumuladas quando a água da chuva escoa pela superfície do solo e uma parte se infiltra nele, formando reservas subterrâneas que chamamos de aquíferos. Quando um aquífero atinge a superfície constitui o que chamamos de nascente.

Na América do Sul temos o Aquífero Guarani, que recebeu esse nome em homenagem aos índios guarani que povoavam a área na época em que a América foi descoberta pelos europeus. Ele possui cerca de 1,2 milhão de km2 e é uma das mais importantes reservas de água subterrânea da América do Sul. O local de ocorrência do Aquífero Guarani possui uma aproximadamente 30 milhões de habitantes e abriga zonas agropecuárias importantes dos países em que ele é localizado: Brasil (840.000 km2), Argentina (225.500 km2), Paraguai (72.000 km2) e Uruguai (58.500 km2). No Brasil ele pode ser encontrado no território de oito estados: Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

A localização geográfica envolvendo quatro países do Mercosul e o tamanho gigantesco do Aquífero Guarani fazem dele um importante manancial hídrico, ou seja, uma fonte ou nascente de água que é estratégico para abastecer os quase 30 milhões de habitantes que vivem sobre ele, contribuindo assim para a qualidade de vida dessas populações e para o desenvolvimento socioeconômico da região. Vale lembrar que o uso racional de água também serve para os aquíferos, dessa forma poderemos garantir que as gerações futuras também possam usufruir de suas águas.

Localização do Aquífero Guarani
Localização do Aquífero Guarani

 

Denisele Neuza Aline Flores Borges
Bióloga e Mestre em Botânica

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.