Aquíferos: Reservas Subterrâneas de Água Doce

Aquíferos são camadas subterrâneas de rocha que estão saturadas com água. Essa água pode ser trazida para a superfície através de fontes naturais.

0

Aquíferos são camadas subterrâneas de rocha que estão saturadas com água. Essa água pode ser trazida para a superfície através de fontes naturais ou por bombeamento.

A água subterrânea contida nos aquíferos é uma das fontes mais importantes de água na Terra. Cerca de 30% de nossa água doce líquida está no subterrâneo. Os dados são da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA).

O resto da água doce é encontrado na superfície em riachos, lagos, rios e zonas úmidas. A maior parte da água doce do mundo, cerca de 69%, está em geleiras e calotas polares.

As águas subterrâneas podem ser encontradas em diversos tipos de rocha. Entretanto, os aquíferos mais produtivos são encontrados em rochas permeáveis. Exemplos dessas rochas são: arenito e calcário.

A água subterrânea se move mais prontamente através desses materiais. Isso permite um bombeamento mais rápido do que outros métodos de extração da água. Os aquíferos também podem ser encontrados em regiões onde a rocha é feita de material mais denso, como granito ou basalto.

Materiais densos e impermeáveis como xisto podem atuar como um bloqueador. Isto é, uma camada de rocha ou outro material impede a plena passagem de água. Falhas geológicas ou montanhas também podem bloquear o movimento de águas subterrâneas.

Como as águas subterrâneas se movem

A recarga dos aquíferos ocorre principalmente perto de montanhas. É lá que a água subterrânea geralmente flui para baixo das encostas, em direção a córregos e rios. Tudo de acordo com a força da gravidade. Dependendo da densidade da rocha e do solo pelo qual a água subterrânea se move, ela pode se fluir lentamente ou rapidamente.

PUBLICIDADE

A água em um aquífero pode ser mantida abaixo da superfície da Terra por muitos séculos. Os hidrólogos estimam que a água em alguns aquíferos tem mais de 10.000 anos. A fonte de água subterrânea mais antiga já encontrada foi descoberta a 2,4 km de profundidade em uma mina canadense. Nela existe água de 1,5 a 2,64 bilhões de anos atrás.

Quanto mais fundo se escava, mais salgado fica o líquido. A água subterrânea pode se tornar uma salmoura. Para a água doce, as profundidades são muito limitadas. Grande parte da água potável da qual a sociedade depende está contida em aquíferos pouco profundos.

Ameaças aos aquíferos

O bombeamento de água subterrânea resulta em um abaixamento do lençol freático. Ele pode ficar tão baixo que fica abaixo da profundidade de um poço. Nesses casos, o poço “seca” e a água não pode ser removida até que a água subterrânea seja recarregada – o que, em alguns casos, pode levar centenas ou milhares de anos.

Quando o solo afunda devido ao bombeamento de água subterrânea, é chamado de subsidência. A subsidência de terras é uma ameaça para os aquíferos e também para a infraestrutura na superfície.

Além dos níveis de água subterrânea, a qualidade da água em um aquífero pode ser ameaçada pela intrusão de água salgada (um problema particular nas áreas costeiras). Contaminantes biológicos, como esterco ou esgotos de fossa séptica, e produtos químicos industriais como pesticidas ou derivados de petróleo também influenciam.

Uma vez que um aquífero esteja contaminado, é notoriamente difícil recuperá-lo.

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.