Benefícios para pessoas desempregadas: Saiba quais são os direitos garantidos

Direitos garantem que o trabalhador consiga se estabelecer enquanto busca outro emprego.

O desemprego é certamente uma barreira muito difícil de superar, especialmente em momentos de crise econômica como a provocada pela pandemia da Covid-19. No entanto, visando amenizar essa situação de vulnerabilidade, existem alguns benefícios para pessoas desempregadas possíveis de serem recebidos.

Leia Mais: Novo benefício dos aposentados do INSS sai já em janeiro de 2022.

Dessa forma, o momento de desemprego pode ser amenizado e mais estável, para que o trabalhador consiga se estabelecer enquanto busca outro emprego. Quer saber quais são esses benefícios? Então continue lendo!

Benefícios para pessoas desempregadas

Seguro-desemprego

Caso seja demitido de seu emprego sem justa causa, o seguro-desemprego é um direito garantido ao trabalhador. Esse benefício faz parte das verbas rescisórias que usualmente são pagas quando um contrato de trabalho é encerrado.

Assim, mesmo que temporário, devendo ser pago entre 3 e 5 parcelas mensais, esse benefício é um alívio para quem acaba de perder o emprego. Tem direito a solicitar o seguro-desemprego os trabalhadores CLT, pescadores profissionais, trabalhadores domésticos e resgatados em situação análoga a escravidão.

FGTS

Todo trabalhador contratado pelo regime CLT tem um valor depositado mensalmente em sua conta no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Assim, o saldo disponível servirá como auxílio futuramente, em caso de demissão.

Dentre as condições que possibilitam o saque dessa quantia, está a demissão sem justa causa. Além disso, ao poder sacar toda a quantia do FGTS, o trabalhador tem direito ao acúmulo de mais 40%, que é a multa sobre o saldo. Aqueles que estão em situação de desemprego há mais de três anos seguidos, sem nenhum vínculo empregatício com CLT, também poderão sacar a quantia.

BPC/Loas

Por fim, há o Benefício de Prestação Continuada (BPC), que auxilia idosos com mais de 65 anos e pessoas com deficiência de qualquer idade. Para receber o benefício, os interessados devem estar desempregados e ter renda familiar per capita de até ¼ do salário mínimo vigente.

Ou seja, em valores atualizados pelo salário mínimo de 2022, esse valor corresponde a uma renda de R$ 302,50 para cada pessoa. Ademais, a família deve estar com cadastro atualizado no CadÚnico, por onde o governo contabiliza as famílias em situação de vulnerabilidade.

E então, sabia desses benefícios? Aproveite para compartilhar essa matéria com os amigos e familiares para que mais pessoas fiquem informadas.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More