FGTS sem complicações: Como realizar os saques do benefício em 2022?

Saiba quais os documentos necessários para garantir o saque de recursos do fundo assim que ele é liberado.

Se você é um trabalhador registrado com CLT e cumpriu os períodos de carência requisitados pelo programa, você certamente tem direito ao FGTS. Porém, algumas medidas são necessárias para que o programa libere o saque dessa quantia. Você gostaria de saber como garantir que o saque do FGTS seja disponibilizado para a sua conta? Faça a leitura deste artigo na íntegra e descubra!

Continue lendo: Pagamentos da 2ª parcela do 13º salário do INSS começam em uma semana

Quem pode acessar o FGTS?

O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) é responsável por garantir que o trabalhador registrado tenha uma conta com quantias de reserva. Esse dinheiro é depositado pela empresa empregadora mês a mês durante o período de trabalho. Seu valor equivale a 8% do salário pago ao funcionário.

Dessa forma, qualquer trabalhador (rural, empregado doméstico, temporário, avulso, safreiro e atleta profissional registrado) tem direito a manter essa conta no FGTS.

Quando posso sacar o FGTS?

Como esse é um fundo de segurança, ele só poderá ser sacado em ocasiões extraordinárias, confira algumas:

  • Compra da casa própria;
  • Suspensão do trabalho avulso;
  • HIV;
  • Conta inativa;
  • Falecimento do empregador individual;
  • Rescisão antecipada ou término de contrato;
  • Demissão sem justa causa;
  • Rescisão por culpa recíproca ou força maior;
  • Extinção da empresa;
  • Aposentadoria;
  • Falecimento do trabalhador;
  • Câncer;
  • Maiores de 70 anos.

O que é o saque-aniversário?

Desde 2020, o FGTS permite que o trabalhador saque parte do FGTS durante seu mês de aniversário. Esse benefício não é obrigatório, e caso seja acessado, o trabalhador fica impedido de fazer o saque integral devido a demissão. Confira a tabela que determina o valor do benefício:

Limite das faixas de saldo (em R$) Alíquota Parcela Adicional (em R$)
Até 500 50%
De 500,01 até 1.000 40% 50
De 1.000,01 até 5.000 30% 150
De 5.000,01 até 10.000 20% 650
De 10.000,01 até 15.000 15% 1.150
De 15.000,01 até 20.000 10% 1.900
Acima de 20.000,01 5% 2.900

Importante lembrar que, em abril de 2022, o Governo Federal autorizou o saque extraordinário do FGTS. Por ele, trabalhadores com saldo no fundo podem resgatar quantias de até R$ 1 mil. O calendário de pagamentos vai até junho deste ano.

Quais documentos são necessários para sacar o FGTS?

Para solicitar o saque do benefício, dirija-se a uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) com os seguintes documentos:

  • Documento de identidade;
  • Carteira de trabalho ou outro documento que identifique a conta vinculada do FGTS;
  • Comprovante de Inscrição no PIS/PASEP.

Depois disso, a Caixa avaliará o seu pedido, e caso seja aceito, a quantia será enviada para uma de suas contas para que seja sacado. Outra opção é acessando o aplicativo FGTS, do conforto de casa.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More