Como saber se o seu gato está obeso?

A obesidade causa malefícios tanto em humanos quanto em animais. Por isso, tenha cuidado com seu pet!

Atualmente existe uma grave epidemia de obesidade em todo o mundo. Esse problema de saúde atinge cada vez mais pessoas e, além disso, também está acometendo muitos animais de estimação. Desse modo, é necessário evitar os quilinhos excessivos e manter uma rotina saudável para o seu pet. Veja como saber se o gato está obeso e o que fazer em caso de excesso de peso no felino.

Leia também: Conheça as cores de gatos e seus significados

A obesidade tem efeitos negativos que vêm sendo progressivamente mais conhecidos. Essa condição pode contribuir para o surgimento de diabetes, colesterol elevado e problemas no fígado e no coração, por exemplo. Nos pets não é diferente, pois eles também possuem o organismo vulnerável a esses desfechos.

Obesidade em gatos: como identificar?

A princípio, animais gordinhos podem parecer fofos, mas como mencionado anteriormente, o excesso de peso pode gerar consequências danosas. Pensando nisso, deve-se levar em consideração que um gato com 20% a mais de gordura corporal em relação ao seu peso total já é considerado obeso.

Para saber esses valores, o bichano deve passar por uma avaliação minuciosa feita por um veterinário. Porém, existem indícios fáceis de observar para identificar se o felino está gorducho. Verifique a lista de sinais:

  • Não é possível observar a cintura do gato quando enquanto ele caminha ou está sentado;
  • Não dá para apalpar as costelas devido a uma espessa camada de gordura na região;
  • O abdômen apresenta formato arredondado;
  • O pet não se locomove direito e tem dificuldade para saltar e subir nos lugares;
  • A respiração torna-se ofegante, mesmo com pequenos esforços.

Meu gato está obeso, e agora? O que fazer?

Dois pontos são essenciais neste caso: alimentação e atividade física. Se seu gato está obeso, o mais indicado é procurar um médico veterinário para saber quais as quantidades adequadas de comida (ou ração), conforme as características individuais do animal. No mercado já existem opções de rações específicas para o emagrecimento dos gatos.

Outra dica é evitar a oferta de petiscos com frequência, ou optar por alternativas de petiscos naturais e menos calóricos. Ademais, não ofereça restos de comida humana ao pet.

A fim de auxiliar na perda de peso e gastar a energia armazenada em excesso, é fundamental que o gato também pratique atividades físicas. Portanto, estimule o bichano a se movimentar por meio de brincadeiras e outras atividades que exijam algum esforço.

Se gostou dessas dicas, então clique aqui para ler mais conteúdos como esse!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More